Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Caderno G
  3. Artes Visuais
  4. O que tem no Museu de Arte Sacra?

espaço cultural

O que tem no Museu de Arte Sacra?

  • Isadora Rupp
Museu fica anexo à Igreja da Ordem, a mais “minimalista” do Centro Histórico de Curitiba. | Antônio More/Gazeta do Povo
Museu fica anexo à Igreja da Ordem, a mais “minimalista” do Centro Histórico de Curitiba. Antônio More/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Se comparada com as outras duas igrejas que ficam a poucas quadras de distância – a Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz e a Igreja do Rosário – a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas pode ser definida como a “minimalista” entre as três. Quem vê a discreta construção, a mais antiga edificação de Curitiba, de 1738, que remonta à Capela de Nossa Senhora do Terço, pode não imaginar que ela também abriga um museu, cujo acervo traz importantes exemplares do barroco brasileiro.

Galeria: Veja algumas obras do museu

O Museu de Arte Sacra (Masac), anexo à igreja, foi inaugurado em 1981, mas não é o mais popular da cidade: em média, 700 pessoas passam pelo espaço por mês – no MON, o número é de quase 30 mil. Em sua maioria, turistas que passeiam aos domingos no Largo da Ordem, e escolas que vêm em projetos de visitas guiadas promovidos pela Fundação Cultural. “Nasci em Curitiba, mas, sinceramente, não conhecia o museu. Só conheci quando cheguei para trabalhar aqui”, confessa Sérgio Luís, o simpático porteiro do local.

Entre as cerca de 800 peças do acervo, o visitante vai encontrar no Masac seis diferentes temáticas. Além das mostras temporárias (que devem ser sempre ligadas a temas religiosos), a exposição permanente traz imaginárias de santos, os objetos de culto, vestes litúrgicas, numismáticas, mobiliário e objetos de uso pessoal, como jogos de chá e louças dos arcebispos. “A maior atração são sempre as imaginárias, que trazem vários exemplares do Barroco brasileiro. Mas, no caso do Paraná, como a condição financeira era outra, não vemos imagens tão ricas quanto os exemplares de Minas Gerais, por exemplo. É um Barroco com uma opulência um pouco menor”, explica a pesquisadora da Casa da Memória, Ângela Medeiros Rodarte.

Além do Masac, aproveite para apreciar algumas curiosidades sobre a edificação da igreja. As linhas e traçados simples lhe dão uma característica neogótica. Repare também na diferença entre o teto do altar e do restante da capela. No último restauro (em 1979), foram encontrados sob o reboco da igreja elementos próprios do traçado inicial, que haviam sido alterados em um restauro feito 100 anos antes. Atualmente, é possível ver com clareza os dois momentos históricos da arquitetura da Igreja da Ordem.

O Caderno G fez um passeio guiado com a pesquisadora – selecionamos cinco obras imperdíveis do Masac e suas curiosidades.

Museu de Arte Sacra

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE