i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde

Ator que fez Spock tem doença pulmonar grave

Leonard Nimoy, conhecido por interpretar o personagem Spock na série "Star Trek", aconselhou seus fãs a pararem de fumar

  • PorReuters
  • 07/02/2014 08:13
 |
| Foto:

O veterano ator Leonard Nimoy, conhecido por interpretar o personagem Spock na série "Star Trek", disse que está "indo bem" após ser diagnosticado com uma doença pulmonar, e aconselhou seus fãs a pararem de fumar. Nimoy, de 82 anos, revelou na semana passada pelo Twitter que sofre de doença obstrutiva pulmonar crônica (DOPC), uma enfermidade grave, associada ao tabagismo. Ele contou que parou de fumar há 30 anos, mas "não foi cedo o suficiente". "Fumantes, por favor entendam. Se você parar depois de ser diagnosticado com dano pulmonar é tarde demais. O vovô aqui diz: aprenda a minha lição. Pare agora", disse Nimoy a seus 810 mil seguidores. Ele acrescentou que se sente bem, "só não posso caminhar grandes distâncias", e se despediu com as letras "LLAP", iniciais em inglês da frase "vida longa e próspera", que identificava seu personagem de orelhas pontudas na série de ficção científica dos anos 60. Representantes do ator não responderam de imediato a um pedido da Reuters para que fizessem mais comentários.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.