i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ACORDES LOCAIS

Poeta do PR faz letras em português para banda sueca

  • PorLuiz Claudio Oliveira – luizs@rpc.com.br
  • 26/05/2009 21:10
Etel Frota: de médica a compositora disputada por estrangeiros | Divulgação
Etel Frota: de médica a compositora disputada por estrangeiros| Foto: Divulgação

A poeta e compositora paranaense Etel Frota foi surpreendida pelo poder da internet. Ela publica no site MySpace algumas de suas canções e um belo dia recebeu uma mensagem de um músico sueco propondo que escrevesse letras para a banda A Bossa Elétrica (www.myspace.com/abossaeletrica), um grupo de suecos que toca latin jazz com muita influência brasileira. Convite aceito, como a compositora não fala sueco, faz-se um complexo esforço para a criação de letras em português para um grupo sueco, com a intermediação do inglês.

Um verso não define uma pessoa. Um livro inteiro de poesias também não. Toda uma obra pode chegar perto. Mas, para falar da poeta e letrista Etel Frota, vou usar alguns versos, escritos por ela: "a canção é/ meu pecado/ minha dor e redenção/ meu brinquedo, meu reisado/ o meu bocado de/ pão". Este é um trecho da canção "Sete Trovas", parceria de Etel com Rubens Nogueira e Consuelo de Paula, gravado por Ana Cascardo no disco Esta Noite Vai Ter Sol (e você pode escutar na internet: http://www.myspace.com/etelfrota).

Poeta temporã, antes Etel foi médica por 18 anos, até que, como ela própria descreve, a profissão deu sinais de inanição. Trocou o estetoscópio por escritos que auscultam a alma. Transformou-se, publicou-se e musicou-se. Hoje é letrista de inúmeras parcerias, entre as quais uma com o recentemente falecido Zé Rodrix. Veja a lista atual de parceiros, por ordem alfabética: Alexandre Lemos, Álvaro Ramos, Angel Roman, Ceumar, Claudio Menandro, Consuelo de Paula, Cris Lemos, Davi Sartori, Emerson Mardhine, Érico Baymma, Felipe Cerquize, Felipe Cordeiro, Felipe Radiccetti, Gerson Bientinez, Guilherme Rondon, Indioney Rodrigues, Iso Fischer, Kim Ribeiro, Liane Guariente, Lucina, Luhli, Luis Felipe Gama, Luís Otávio Almeida, Lydio Roberto, Milton Karam, Oswaldo Rios, Ozias Stafuzza, Rafael Altério, Raymundo Rollim, Renato Lucce, Rogério Gulim, Rosi Greca, Rubens Nogueira, Sérgio Santos, Sonekka, Tato Fischer, Tavito, Zé Gramani e Zé Rodrix.

Agora, inicia a parceria internacional, um processo complicado: "Esse pessoal só canta em português. O engraçado é que eles não dominam o idioma, então está funcionando assim: eles me mandam a melodia, eu escrevo a letra em português, gravo essa letra, falando pausadamente, na divisão da melodia, para eles entenderem a acentuação e mando para eles com um meaning (significado) em inglês." É isso e mais um turbilhão de e-mails para tirar dúvidas de ambas as partes.

Mas qual o segredo para ser uma tão requisitada letrista?

"O jeito que mais gosto de escrever letra é assim, como estou fazendo com os suecos, a partir de uma melodia que já existe. É desafiador e altamente gratificante ir encontrando as sílabas que melhor se entendem com as notinhas, as palavras que cabem no desenho da melodia, os sentimentos que melhor se encaixam nas nuances da harmonia. É uma viagem! Uma outra modalidade tem sido escrever um poema que alguém escolhe para musicar. Escrever uma ‘letra’ assim, para ser letra mesmo, já aconteceu – muitas vezes – mas não é o meu modus operandi predileto."

Etel está tão longe e tão perto. A cantora Ceumar acaba de lançar o CD Meu Nome, gravado ao vivo. Neste trabalho, mais uma composição da poeta paranaense, que você pode ver pelo YouTube (http://www.youtube.com/watch?v=hqs_iBwVI1g). Trata-se da canção "A Comadre". Também pelo YouTube é possível ver o interessante trabalho de Rogéria Holtz e Antônio Spina Filho, chamado "Acorda + Poesia", que fala sobre a produção poética e musical de Curitiba. Feito para o formato de televisão com depoimentos de vários poetas e canções interpretadas por Rogéria Holtz. Na internet, foi dividido em seis partes. A que Etel fala e Rogéria (en)canta pode ser acessada no link: http://www.youtube.com/watch?v=bTbLt LlCkWE&feature=related.

Para finalizar, novos versos de Etel: "a canção é meu sossego/ meu destino,/ solidão/ minha paz, meu desapego/ minha dona, meu perdão".

Veja mais da entrevista, letras e vídeos no blog Sobretudo

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.