Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

FESTIVAL DE TEATRO DE CURITIBA

Festa de abertura surpreende convidados

Evento “em família” conduziu público do Teatro Guaíra direto para a Praça Santos Andrade

  • Helena Carnieri
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Foi fantástica a ideia de conduzir o público do majestoso Guairão direto para a Praça Santos Andrade, logo em frente, onde cordões iluminavam o espaço entre as árvores e eram servidos sucos especiais, pipoca, algodão doce e cuscus.

As barracas locais de churros e pastéis foram contratadas pelo evento, numa simbiose excelente com a economia urbana. Aliás, esses petiscos eram os mais procurados, deixando enlouquecidos os garçons quando vinham com novas remessas.

Além de quem não conseguiu agarrar o seu, sofreu quem esqueceu um casaco. Entre os figurinos típicos de festa havia os vestidos curtinhos, e a tremedeira era geral – devia fazer uns 16 graus ao ar livre.

Foi interessante ver que muita gente levou os filhos para ver o balé e depois aproveitar a festa sem álcool, tudo em família.

Só causou alvoroço uma performance da peça carioca “O Pastor”, pela qual o ator Alexandre Lino bradava de terno e gravata, com a Bíblia em mãos, sobre o arrependimento necessário. Segundo ele contou à reportagem, sua técnica é a pura mimese, ou seja, representa seu personagem sem juízo de valor, em completa imitação e sem caricaturas.

Chegou a confundir a diretora do Guaíra, Mônica Rischbieter, que se enfureceu com o sujeito. Depois tudo foi esclarecido.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE