Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Divulgação
| Foto: Divulgação

O corpo da atriz Leila Lopes foi enterrado por volta das 18h10 desta sexta-feira (4), no Cemitério Municipal 2 de Novembro, em Esteio, no Rio Grande do Sul. O sepultamento aconteceu no jazigo da família da artista.

Segundo informação da administração do cemitério, cerca de 1.500 fãs estiveram no local para homenagear a atriz, desde o início do velório, por volta das 10h30. Leila ganhou fama na televisão ao interpretar a professorinha Lu, personagem bastante popular na novela "Renascer", de 1993.Entre os principais trabalhos de Leila Lopes na TV estão ainda as novelas "Pantanal" (1990) e "O rei do gado" (1996).

Nascida em São Leopoldo (RS), a atriz também fez um ensaio fotográfico para a edição de março de 1997 da Revista "Playboy". Após 2008, passou a interpretar a personagem Marlene, nas produções pornôs "Pecados & tentações", "Pecado sem perdão" e "Pecado final".

Polícia investiga

A Polícia Civil segue investigando as causas da morte. O corpo da atriz estava caído no chão do apartamento, ao lado da cama. Segundo uma equipe de bombeiros que foi até o local, ela sofreu uma parada cardíaca.

O delegado Celso Lahoz Garcia, do 89º DP (Portal do Morumbi), diz que suicídio é a principal hipótese para morte. Segundo ele, a atriz sofria de depressão e pode ter ingerido veneno para matar ratos.

Em outubro, Leila ficou duas semanas internada por causa de dores abdominais. Os exames revelaram que ela sofria de endometriose. No mês passado, os médicos retiraram o útero da atriz e atualmente ela se recuperava da cirurgia.

Cartas

Ainda segundo a polícia, o corpo foi achado por uma amiga da atriz, que foi ao apartamento a pedido do marido, já que ela não atendia a telefonemas.

O G1 apurou que Leila Lopes deixou cartas escritas de próprio punho, nas quais disse que tomaria veneno para se matar.

Ela escreveu duas cartas, uma de cinco páginas e outra de sete, destinada à família. De acordo com o que apurou a reportagem, a atriz afirma no texto que tomava remédios para dormir e que estava cansada da vida de exercícios em uma academia de ginástica.

De acordo com o registro do boletim de ocorrência, o marido da atriz ligou para a dentista Liliana Nieto Alonso, amiga da atriz que morava no mesmo prédio, pedindo que ela solicitasse à portaria para entrar em contato com Leila porque ela não atendia a telefonemas.

Como o porteiro também não conseguiu falar com a atriz, o marido, de acordo com o boletim, pediu à amiga que levasse um chaveiro ao apartamento. Segundo a polícia, a amiga contou que o marido estava preocupado com Leila porque ela estava com problemas de saúde.

Ainda de acordo com informações do boletim de ocorrência, quando o chaveiro abriu a porta do apartamento, a amiga encontrou a atriz caída no chão, diante da cama do quarto do casal.

Segundo o chaveiro relatou à polícia, a amiga saiu do apartamento gritando que a atriz havia morrido. O chaveiro disse ter ido até o quarto e observou que a atriz aparentava não estar respirando.

Liliana Nieto Alonso, de 36 anos, afirmou que estava abalada e preferia não falar com a imprensa. "A gente está muito abalado. Eu gostava muito dela". Liliana disse ter visto Leila Lopes pela última vez há cerca de uma semana.

O boletim de ocorrência informa que, chamada ao local, a polícia localizou no quarto embalagens de remédios usados e um prato com restos de comida misturados a um veneno de rato, conhecido como "chumbinho".

'É definitivo'

De acordo com o assessor de imprensa de Leila Lopes, Cacau Oliver, ela estava "se sentindo ótima" e não tinha mais dores relacionadas ao problema de saúde que enfrentou em outubro. Ele, no entanto, não soube informar se a atriz ainda tomava medicamentos.

"Falei ontem com a Leila. [Ela] estava muito decepcionada com relação ao trabalho. Estava apresentando um programa [em um canal adulto] e tinha muitos problemas, cancelamentos constantes na gravações", conta o assessor. Ele diz que, em conversa na semana passada, a atriz disse que queria jogar tudo para o ar e chegou a afirmar: "É definitivo".

A assessora Suely Couto, que esteve nesta quinta no Instituto Médico-Legal e se apresentou como amiga de Leila Lopes, disse não acreditar na hipótese de suicídio. Ela disse que encontrou Leila na última terça-feira (1). "Ela foi testemunha minha num processo no fórum e estava ótima, conversamos, brincamos", contou.

Suely disse que Leila estava sem trabalho, mas que começaria a ensaiar uma peça no ano que vem, quando voltasse da viagem. "Na terça eu falei para ela se animar, que iam aparecer trabalhos, coisa que a gente diz para toda amiga", afirmou.

Idade

Embora informações divulgadas anteriormente sobre a atriz indicassem que ela tinha 40 anos, a data de nascimento de Leila Lopes no boletim de ocorrência é 19 de novembro de 1959, segundo informou a delegada titular do 89º DP, Silvana Françolin.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]