A atriz Lindsay Lohan saindo de tribunal em janeiro de 2012 | AFP PHOTO/JOE KLAMAR
A atriz Lindsay Lohan saindo de tribunal em janeiro de 2012| Foto: AFP PHOTO/JOE KLAMAR

A atriz americana Lindsay Lohan foi obrigada no início do mês a deixar o hotel onde se hospedava em Los Angeles pela falta de pagamento de várias despesas durante os meses de junho e julho, informou nesta quarta-feira o site "TMZ", especializada em informação de famosos.

Segundo Philip Pavel, gerente do hotel Chateau Marmont, situado em Sunset Boulevard, a atriz deve um total de US$ 46.350 e a considerou "persona non grata".

O portal da internet publicou nesta quinta-feira uma cópia da carta enviada pelo gerente a Lohan, com data do 31 de julho, na qual lembra que o hotel vem solicitando os pagamentos durante os dias em que a atriz permaneceu no hotel.

Pavel pedia na carta que Lohan abandonasse a suíte número 33, onde se alojava, em 1º de agosto.

Entre as despesas detalhadas na fatura pendente, também publicada pelo "TMZ", aparecem gastos de US$ 3.145 com o minibar, US$ 686 em cigarro e cerca de US$ 2 mil no restaurante do hotel, incluindo US$ 685 em um só dia pelo serviço de quarto.

"Como mostra de boa fé", Pavel ainda descontou da fatura os US$ 75 diários que poderia ter cobrado de Lohan pelo aluguel de um laptop que ela usou todos os dias durante sua estada ali.

No entanto, toda a história poderia ser um mal-entendido, segundo o site "E! Online". De acordo com o portal, a atriz pensou que os produtores do filme que rodava na época, "Liz & Dick" (ainda sem título em português), pagariam as despesas.

Além disso, a página acrescenta que, se não for o caso, a atriz pagará as despesas por conta própria.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]