i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Show

Homens cantam Elis

Homenagem, que terá Lenine, Jair Rodrigues e Seu Jorge mergulhando nas canções da cantora, chega a Curitiba no dia 2 de agosto, para uma única apresentação no Teatro Positivo

  • PorAgência Estado
  • 24/06/2012 21:02

Programe-se

Elis por Eles

Teatro Positivo – Grande Auditório (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300), (41) 3317-3283.

Dia 2 de agosto, às 21 horas. R$ 85 e R$ 45 (meia-entrada).

Ao telefone, um diálogo entre Pedro Mariano e Lenine fazia os dois lados da linha tremer. De cá, o filho de Elis Regina remexia no legado da mãe para convidar o cantor pernambucano a participar de um show. De lá, Lenine ouvia suas palavras sentindo o peso de cada sílaba. Juntos, tentavam chegar à melhor canção a ser interpretada pelo nordestino em uma noite em homenagem a Elis. "Cara, você é um dos poucos que eu conheço que conseguem viajar de verdade, entrar na história que a música conta. Que tal 'Atrás da Porta'?", dizia Pedro, já de caso pensado. Mas, claro, havia também "O Bêbado e a Equilibrista", "Fotografia", "Arrastão". "Rapaz, só tem pedreira!", espantava-se Lenine. Ao final, ficou "Atrás da Porta".

O projeto que vai fazer só homens mergulharem nas canções de Elis, maquinado por Pedro desde 2009, já está com data, hora, local e elenco fechados. Batizado Elis por Eles, o show de noite única chega a Curitiba no dia 2 de agosto, às 21 horas, no Teatro Positivo. As agendas dos artistas não permitiram uma segunda noite. A apresentação será lançada em CD e DVD em novembro. A lista de 14 músicas, cada uma sendo defendida por um artista que não necessariamente conviveu com a cantora, aposta sobretudo nas músicas de maior sucesso de Elis. Invertendo a lógica das homenagens desta natureza, Pedro evitou, com exceção do caso de Lenine, escolher as músicas. No momento de chamar os artistas, perguntou o que gostariam de interpretar e pediu ao músico Otavio de Morais que fizesse os arranjos parecidos com os originais. A ideia é valorizar os intérpretes sem partir para malabarismos criativos que desfigurem as versões originais.

Dos nomes com alguma vivência ao lado de Elis, só Jair Rodrigues, que com ela apresentou o programa O Fino da Bossa, de 1965 a 1967, na TV Record, e Cauby Peixoto, que gravou "Bolero de Satã" em dueto com a cantora no disco Essa Mulher, de 1979. Agora, Jair aparecerá cantando o mini pot-pourri "Arrastão/Menino das Laranjas" e Cauby estará presente em vídeo com "Dois pra Lá, Dois pra Cá", gravada em um estúdio de São Paulo especialmente para o projeto. Por limitações físicas, o cantor não poderá vir a Curitiba.

Seu Jorge vai encarar a pedreira de "Cai Dentro", um samba de divisão e métrica em alta velocidade de Baden Powell e Paulo Cesar Pinheiro. Rogério Flausino, do grupo Jota Quest, escolheu "Vivendo e Aprendendo a Jogar", de Guilherme Arantes.

Ao chamar Chitãozinho e Xororó, Pedro tinha certeza de que escolheriam "Romaria" ou "Casa no Campo". Nenhuma das duas. A mulher que abriu a porteira para a adormecida música sertaneja com a gravação de "Romaria", de Renato Teixeira, em 1977, será representada pela dupla sertaneja que vai cantar "Como Nossos Pais", de Belchior.

O lado mais B de Elis foi escolhido por Emílio Santiago, "Moda de Sangue", de Jerônimo Jardim e Ivaldo Roque. Os outros convidados serão Roupa Nova ("Casa no Campo"), Jorge Vercillo ("O Mestre Sala dos Mares"), Diogo Nogueira ("Amor até o Fim"), Filipe Catto ("Tatuagem") e Moska ("Nada Será como Antes"), além do próprio Pedro Mariano, que fará o encerramento com "O Bêbado e a Equilibrista".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.