i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Televisão

Katiuscia Canoro faz crítica social no Zorra

  • PorFolhapress
  • 18/04/2014 21:06
Assistente social Umbelina “ama os pobres” | Divulgação
Assistente social Umbelina “ama os pobres”| Foto: Divulgação

Humor

Zorra Total

Hoje, às 22h20, na RPC TV.

Depois de emplacar personagens de sucesso, como Lady Kate e Kate Lúcia, a atriz curitibana Katiuscia Canoro volta a divertir quem assiste ao Zorra Total (Globo), agora como a assistente social Umbelina.

Responsável por abrir o Zorra Total, Umbelina ficou famosa pelo jeito irônico com que trata os moradores do quadro "Zorra City", que vão à prefeitura pedir melhorias em seus bairros. Além disso, a personagem ficou marcada por bordões como "eu amo os pobres" e "vocês são gente quase como que nem a gente".

"Ela é mais pesada e ácida no teatro. Na tevê, há algumas limitações e coisas que ela não poderia falar, pois corre o risco de as pessoas não entenderem. Também tem crianças nos assistindo. Mesmo pegando leve, tem gente que a interpreta de forma errada", comenta Katiuscia.

A atriz diz ter recebido críticas de profissionais da área sobre o jeito como a personagem mostra a assistência social. "Dizem que estou representando mal a classe. Mas a ideia é que a Umbelina diga que os problemas sociais são muitos e que as pessoas humildes não conseguem lutar pelos seus direitos, o que de fato acontece no nosso país", rebate a atriz.

Comemorando 20 anos de carreira como atriz, Katiuscia conta que tem prazer em viver mais uma personagem diferente na tevê. Aliás, a transformação no visual e no gestual são marcas registradas da atriz. "Minhas personagens nascem pequenas, com poucas expressões e, do nada, ganham corpo, voz, pensamento, personalidade. A Umbelina tem aquele sotaque calmo do mineiro e é tão simples de compor que só uso pó para tirar o brilho do rosto."

Com sólida carreira no teatro, Katiuscia já trabalhou com diretores renomados, como Daniel Arthur, Franklin Albuquerque e Mariana Per­co­vich, e foi interpretando tipos populares que ela diz ter encontrado sua vocação. "Posso apresentar papéis dramáticos e trabalhar com feras do teatro, mas gosto mesmo de fazer as pessoas rirem. No Brasil, quem tem um poder aquisitivo melhor pode pagar por alternativas culturais ou por uma tevê por assinatura, mas e quem não tem?", indaga. "Meu papel como artista é levar alegria ao máximo de pessoas e, no nosso país, essa maioria é carente", encerra.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.