i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
fantasia

Harry Potter prepara retorno com livro, filme e peça teatral

Considerado o oitavo título da série, “Harry Potter and the Cursed Child” está previsto para julho

  • PorAgência RBS
  • 08/03/2016 10:42
Saga do jovem bruxo completa 15 anos em 2016 | Divulgação/
Saga do jovem bruxo completa 15 anos em 2016| Foto: Divulgação/

Em 2016, a estreia da saga Harry Potter nos cinemas completa 15 anos. Desde o primeiro livro de J.K. Rowling, lá se vão quase duas décadas. Mas o tempo parece não ter passado para o menino bruxo: o fenômeno se renova a cada ano e, agora, os fãs estão à espera de “Harry Potter and the Cursed Child”, considerado o oitavo título da série. O anúncio da nova obra em versões digital e impressa, com lançamento previsto para 31 de julho (aniversário da autora e do protagonista), agitou os pottermaníacos e também intrigou os apaixonados pela coleção.

J.K. teve de explicar mais de uma vez nas redes sociais: não é um romance, muito menos uma história anterior ao primeiro livro. É, sim, o texto da peça de teatro homônima, que estreia em julho deste ano – o espetáculo é baseado em uma nova história criada por J.K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany. O que se sabe até agora é que o enredo também dará protagonismo a Alvo Severo, segundo filho de Harry, que precisa lidar com o peso do legado familiar. Dezenove anos depois da Batalha de Hogwarts, o esposo de Gina se tornou um funcionário do Ministério da Magia, mas segue lutando contra um passado que se recusa a ficar para trás. Pai e filho terão de enfrentar a escuridão que virá de lugares inesperados.

“Estou meio dividido com esse livro, não quero criar muita expectativa. A J.K. Rowling colaborou, mas não foi só ela que escreveu. Alguns fãs acham que ela deveria lançar um novo romance, ou não fazer nada. Acho que pode até decepcionar quem não está esperando por um script, mas eu encaro como o oitavo livro mesmo, acredito na autora”, conta o fã Marcelo Neves, um dos criadores do site Potterish, que está entre os principais portais brasileiros sobre Harry Potter.

No cinema

Auge das novidades divulgadas nos últimos anos, o lançamento do volume inédito é um exemplo de como a saga se mantém viva em diferentes frentes com o passar dos anos: de parques temáticos a obras literárias e cinematográficas inspiradas na série. Ativa nas redes sociais, J.K. se esforça para continuar próxima aos fãs, sempre prometendo novidades sobre o mundo de Potter – além do espetáculo e do novo livro, neste ano também estreia o longa-metragem spin-off “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. Essa relação com o público é primordial para a história ganhar sobrevida a cada dia, explica Regina Zilberman, professora da UFRGS e pesquisadora da área infantojuvenil.

Vídeo traz novas pistas sobre “Animais Fantásticos e Onde Habitam”

Spin-Off é roteirizado por J. K. Rowling e explora eventos anteriores a Harry Potter

Leia a matéria completa

“É um esforço dela, afinal, ela é profissional. Mantém a história viva pelos instrumentos que tem à disposição. A autora estimula, alimentando o processo, há o mercado que tem interesse e, por fim, existem os fãs da história, seus seguidores”, diz a pesquisadora.

O fenômeno de proporções internacionais – que influenciou mais de uma geração de leitores – e a contribuição para a redescoberta do gênero fantasy fiction nos anos 1990 fizeram Harry Potter entrar para a lista dos principais livros infantojuvenis das últimas décadas. O personagem também abriu espaço para outras obras desse mesmo estilo.

“Ele é clássico no sentido de que formou um público e fomentou uma corrente que é muito forte na literatura contemporânea. Dá até para fazer um paralelo: o que foi Monteiro Lobato nos anos 1950 é a Rowling desde o final dos anos 1990. Uma geração de leitores se formou com Harry Potter”, avalia Regina.

Ainda não há uma data certa para a versão traduzida de “Harry Potter and the Cursed Child” chegar ao Brasil. A boa notícia é que o título já está para pré-venda, em inglês, em livrarias como Saraiva e Cultura, além do iBooks. Depois, ainda será lançada uma edição definitiva de colecionador.

Por onde andam

Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint deram vida no cinema ao trio de bruxos mais famoso da literatura infantojuvenil nos últimos anos. Saiba como cada um seguiu na carreira após o término dos longas da saga Harry Potter.

Divulgação

Daniel Radcliffe (Harry Potter)

O ator participou de diferentes produções, mas ainda tenta se desvencilhar do legado do personagem. No auge da saga, surpreendeu os fãs ao ficar nu no palco para encenar a peça “Equus”, que estreou em 2007. Já em 2012, estrelou o filme de terror “A Mulher de Preto” e, em seguida, protagonizou a comédia romântica “Será que?”. Também teve trabalhos na TV, como “Diário de um Jovem Médico”. Recentemente, esteve em “Victor Frankenstein” (2015). Neste ano, participará dos longas “Swiss Army Man” e “Truque de Mestre 2”.

Emma Watson (Hermione Granger)

Entre os três atores principais de Harry Potter, Emma Watson certamente foi a que despontou com mais força após o término da saga. Elogiada pela crítica, a eterna Hermione estrelou longas como “As Vantagens de Ser Invisível” e “Bling Ring: A Gangue de Hollywood”. Em 2014, esteve no elenco da história bíblica “Noé”. Em breve, deve aparecer no filme “The Circle” e em uma nova versão de “A Bela e a Fera”. Ela também foi convidada recentemente para ser professora visitante na Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Rupert Grint (Rony Wesley)

O ator não engrenou na carreira depois da atuação em Harry Potter. Chegou a participar de outros longas, mas sem papéis de muita expressão. Esteve no elenco da comédia “Matador em Perigo”, foi protagonista de “Cherrybomb” e também estrelou o drama “Entre Inimigos”, além de outras produções. Sua próxima atuação será em “Moonwalkers”, com estreia prevista para este ano.

Pottermania revive em múltiplas plataformas

A história de Harry Potter aparentemente tinha se encerrado com o lançamento do sétimo livro, “As Relíquias da Morte (2007)”, que ganhou versão para o cinema entre 2010 (parte 1) e 2011 (parte 2). Mas, na prática, a história segue viva e não está restrita ao imaginário dos fãs. O universo criado por J.K. Rowling continua encantando crianças e adultos, seja de obras escritas, peças de teatro ou filmes. Conheça os principais desdobramentos da saga do menino bruxo

Visita a Hogwarts

Não é só na imaginação que vive Harry Potter. Hoje, é possível visitar diferentes pontos turísticos que materializam os principais ambientes da série. No Universal Studios, em Orlando, nos Estados Unidos, fica o Wizarding World of Harry Potter, que, além dos tradicionais brinquedos de parques de diversão, reproduz o Castelo de Hogwarts, a vila Hogsmeade, o Expresso de Hogwarts e o Beco Diagonal – também há um parque no Japão, e a Universal deve inaugurar outro em abril na Califórnia. Já quem for a King’s Cross, em Londres, pode tirar uma foto como se fosse o próprio Harry atravessando a parede da Plataforma 9 3/4 para pegar o trem em direção à Escola de Magia e Bruxaria. Também na capital da Inglaterra é possível fazer o Warner Bros. Studio Tour London, com visitas ao estúdio e experiências que vão desde fazer compras temáticas a voar em uma vassoura mágica com a tecnologia chroma-key.

Wikimedia Commons
Mundo digital

Primeiro surgiram os sites feitos por fãs na saga, como o Potterish e o Beco Diagonal, uma mão na roda para os fãs brasileiros numa época em que as informações sobre a saga na internet eram basicamente em inglês – os dois sites já têm mais de uma década cada. Depois, entre 2011 e 2012, foram lançadas as versões beta e final do Pottermore, plataforma criada por J.K. para se comunicar com o público. Além de jogos, ainda há outras produções literárias da autora, notícias e uma loja. Outra aposta digital foi no universo dos games: todos os oito filmes têm seu respectivo jogo da Eletronic Arts. A Lego lançou o Lego Creator: Harry Potter e Lego: Harry Potter Years 1-4 e Years 5-7, também jogos digitais.

Mais publicações

Enquanto escrevia a saga de Harry Potter, J. K. Rowling também publicou três livros que pertenceriam à biblioteca da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Em 2001, saíram “Quadribol Através dos Séculos”, de Kennilworthy Whisp, e “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, creditado a Newt Scamander – ambos são pseudônimos de J.K. No primeiro, são explicadas as regras do quadribol, o mais famoso esporte bruxo, e a história dos principais times do mundo, como os Chudley Cannons, do qual Rony Weasley é torcedor fanático. Em “Animais...”, a autora cataloga as criaturas mágicas que fazem parte do universo Potter. Depois, em 2008, foi publicado o livro “Os Contos de Beedle, o Bardo”, que contém a história d’O Conto dos Três Irmãos – que amarra toda a trama de Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Fora isso, ainda existem aqueles que explicam aos trouxas (os não bruxos) como foram feitos os filmes da série, a exemplo de Harry Potter: a “Magia do Cinema”, “O Livro dos Personagens de Harry Potter”, “O Livro das Criaturas de Harry Potter” e “Os Lugares Mágicos dos Filmes de Harry Potter”, além de “Harry Potter and the Artifact Vault”, ainda sem versão em português – mas nem todos são assinados por J.K.

Novidade no cinema

Está previsto para 17 de novembro o lançamento do primeiro filme spin-off de Harry Potter, inspirado em um dos livros que J. K. escreveu para a biblioteca de Hogwarts. “Animais Fantásticos e Onde Habitam” conta a história de Newt Scamander (Eddie Redmayne), que chega a Nova York com uma mala cheia de criaturas mágicas. Algumas delas escapam e, claro, o bruxo precisa recuperá-las. O longa não antecede ou dá sequência à história central de Harry, mas é uma expansão de seu universo – os fatos narrados na produção teriam acontecido 70 anos antes de Hagrid derrubar a porta dos Dursley e dizer a Potter que ele era um bruxo. No elenco, ainda estão Katherine Waterston, Ezra Miller, Alison Sudol, Colin Farrell e Dan Fogler.

O oitavo livro

Neste ano, foi anunciada outra novidade de “Cursed Child”: a história contada na peça vai virar livro, com lançamento em 31 de julho – oficialmente, será a oitava história de Harry. Depois, a publicação será substituída por uma edição definitiva de colecionador. Houve muita confusão sobre a nova obra, já que os mais apressados acharam que seria um novo romance. Mas J.K. esclareceu que será uma versão do roteiro do espetáculo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.