Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Capa do livro com de HQs com roteiro do casal Alice Ruiz e Paulo Leminski. | Reprodução/
Capa do livro com de HQs com roteiro do casal Alice Ruiz e Paulo Leminski.| Foto: Reprodução/

Durante a década de 1970, em plena Ditadura Militar, a editora curitibana Grafipar recrutou um grupo de desenhistas e escritores para produzir histórias em quadrinhos eróticas. Coordenadas pelo desenhista Claudio Seto, essas HQs eram de um erotismo libertário e vendiam como pão quentinho. Agora, a editora Veneta publica “Afrodite Quadrinhos Eróticos” (R$ 55), uma coletânea dessas HQs da Grafipar, roteirizadas pelos poetas Paulo Leminski (1944-1989) e Alice Ruiz e ilustradas por vários artistas.

No próximo sábado (28), às 16h, o livro será lançado na Itiban (Av. Silva Jardim, 845), (41) 3232-5367, com a presença de Alice numa sessão de autógrafos e também num bate-papo, mediado por Ivan Justen e Roberval Machado.

História de sucesso

Coordenadas pelo desenhista Claudio Seto, estas HQs cheias de um erotismo libertário, feminista e escandaloso eram publicadas em revistas como “Peteca” e “Eros” vendiam como água nas bancas de todo o país, até que a censura apertou o cerco a Grafipar. O sucesso foi tão grande que alguns dos principais desenhistas de histórias em quadrinhos do país como Flávio Colin se mudaram para Curitiba atraídos por duas condições de trabalho impensáveis naquele tempo: liberdade e bom salário.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]