Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 |
| Foto:

Morreu na madrugada de hoje a jornalista, atriz e escritora Scarlet Moon de Chevalier. Ela tinha 62 anos e lutava havia três contra uma doença degenerativa, de acordo com informações divulgadas pela família. Scarlet Moon sofria da Síndrome de Shy-Drager e estava em sua casa, no Rio, quando teve, segundo familiares, uma parada cardiorrespiratória. O velório, aberto, acontece até as 16h de hoje no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio. O corpo da jornalista será cremado amanhã, em uma cerimônia fechada. Moon trabalhou em diversos canais de TV, e participou do "Fantástico" e do "Jornal Hoje" na década de 1970. Desde 1996 era colunista do jornal "O Globo". Durante 28 anos, foi casada com o cantor Lulu Santos, de quem separou em 2006. Ela deixa três filhos. Ela também atuou no teatro e no cinema -como em "Nosferatu do Brasil" (1970), de Ivan Cardoso-, além de ter lançado dois livros: "Areias Escaldantes" (Rocco) e "Dr. Roni e Mr. Quito: A Vida do Amado e Temido Boêmio de Ipanema" (Ediouro), biografia sobre o irmão Roniquito, um dos fundadores da chamada Banda de Ipanema. Por conta da doença, Scarlet já havia sido internada algumas vezes. A Síndrome de Shy-Drager é um distúrbio degenerativo que compromete o sistema nervoso, leva a tremores musculares, rigidez, movimentos lentos e outras perdas neurológicas generalizadas. "Depois de lutar anos pela vida, minha mãe fez sua última viagem agora de madrugada", escreveu Theodora Chevalier, filha da jornalista, em seu perfil no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]