Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
“Sekret Machines” vai reunir documentário, livros e canções da banda Angels & Airwaves, na qual  o músico ainda está. | /Reprodução Facebook
“Sekret Machines” vai reunir documentário, livros e canções da banda Angels & Airwaves, na qual o músico ainda está.| Foto: /Reprodução Facebook

Em janeiro de 2015, Mark Hoppus e Travis Barker, do Blink-182, anunciaram que o vocalista e guitarrista Tom DeLonge deixaria a banda. Um trecho do comunicado dizia: “Estávamos prontos para tocar em um festival e gravar um novo disco e Tom ficava adiando sem motivo. Uma semana antes de irmos para o estúdio, recebemos um e-mail de seu empresário explicando que ele não queria participar de projetos do Blink 182 por tempo indeterminado. Preferia trabalhar em seus outros empreendimentos não-musicais”.

Em sentido horário, DeLonge, Mark Hoppus e Travis Barker, a formação clássica do BlinkDIV/DIV

Pois por “empreendimentos não-musicais” entenda-se o estudo sobre alienígenas, uma questão de segurança nacional, segundo o músico. Foi o que ele contou em entrevista recente ao site “Mic”, para divulgar o projeto “Sekret Machines”. A série terá livros de ficção e não ficção, um documentário e canções da banda na qual DeLonge ainda toca, a Angels & Airwaves, todos tendo como tema “fenômenos aéreos não identificados”, como prefere o vocalista. O primeiro título, “Sekret Machines Book 1: Chasing Shadows”, foi lançado em abril.

O músico conta que se interessa pelo tema desde os tempos de escola. Ainda no Blink, escreveu “Aliens Exist” (“Aliens Existem”) para o disco “Enema of State”, de 1999 . “Eu tinha tempo livre e ia para a biblioteca da escola procurar por livros sobre o assunto. No início da minha carreira eu tinha muito tempo livre viajando pelo país dentro de uma van por 12 meses, então consegui um monte de livros que desafiaram o jeito que eu pensava sobre as coisas”.

Sobre ter deixado a banda que fundou, ele explica. “Um indivíduo como eu lida com algo que é questão de segurança nacional e ganha a oportunidade de comunicar algo pelo qual foi apaixonado a vida inteira – algo que tem a chance de mudar o mundo ao longo do tempo – ser uma pequena parte disso é imensamente importante para minha trajetória. Mas eu não consigo fazer tudo. Eu não posso sair em turnê por nove meses e ter tempo suficiente para a grandiosidade daquilo que tenho que fazer ”, conta, vago.

Eu tinha tempo livre e ia para a biblioteca da escola procurar por livros sobre o assunto. No início da minha carreira eu tinha muito tempo livre viajando pelo país dentro de uma van por 12 meses, então consegui um monte de livros que desafiaram o jeito que eu pensava sobre as coisas.

Tom DeLonge Ex-vocalista e guitarrista do Blink-182

DeLonge comenta sobre a experiência com extraterrestres há algum tempo, o que muitos encaram como piada. Apesar disso, não quer a responsabilidade de convencer ninguém. “Não acho que eu vá ser a pessoa que vai oferecer a melhor evidência a não ser que as pessoas realmente confiem no que estou fazendo e acreditem em mim. (...) Sei de coisas que não posso falar agora”.

O Blink 182, que agora tem Matt Skiba do Alkaline Trio nos vocais, deve lançar o novo álbum, “California”, em julho.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]