Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O cartaz do filme Rio, Eu Te Amo foi divulgado na quinta-feira sem os nomes do diretor José Padilha e do ator Wagner Moura, que fizeram um dos dez curtas que compõem a produção. A decisão acontece após a Arquidiocese do Rio de Janeiro, detentora dos direitos sobre o uso da imagem do Cristo Redentor, vetar a presença da estátua na parte filmada pelos brasileiros.

Na história do diretor de Tropa de Elite, José Padilha, o ator Wagner Moura salta de asa-delta e, enquanto sobrevoa o Rio, fala com o Cristo sobre suas crises existenciais. A Arquidiocese carioca considerou a cena uma injúria contra a imagem do Cristo e vetou o uso de sua imagem.

Por causa do veto, o filme será lançado em setembro com nove histórias – sem a de Padilha. Curiosamente, porém, o Cristo está presente no pôster do filme.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]