Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
“DC Universe: Rebirth”: uma carta de amor a tudo que faz os heróis da DC especiais | DC Comics/Divulgação
“DC Universe: Rebirth”: uma carta de amor a tudo que faz os heróis da DC especiais| Foto: DC Comics/Divulgação

Em 2016 muitos personagens aumentaram a diversidade nos quadrinhos ao herdarem habilmente trajes icônicos de super-heróis, inclusive um Capitão América negro e uma mulher Thor. O ano também presenciou uma gama de talentos de elite manejando a caneta, desde veteranos como Geoff Johns e Grant Morrison até o aclamado escritor transformado em novato dos quadrinhos Ta-Nahesi Coates.

Eis nossos 10 quadrinhos de super-heróis de 2016.

Divulgação

- “Sam Wilson: Captain America, Volume 1”

“Not My Captain America”

Escritor: Nick Spencer

Artistas: Daniel Acuña, Paul Renaud

Steve Rogers passa o manto do Capitão América para seu ex-parceiro de combate ao crime Sam Wilsom/Falcão. Depois de assumir o peso físico e mental de “o escudo”, Sam rapidamente percebe que os Estados Unidos que ele jurou defender estão divididos a respeito de se um homem negro pode ser o “seu” Capitão América. Spencer dá um tempo de ser um dos escritores mais engraçados da Marvel para criar um conto que transmite uma sensação de familiaridade dado o clima político atual nos Estados Unidos.

- “The Mighty Thor, Volume 1”

“Thunder in Her Veins”

Escritor: Jason Aaron

Artista: Russell Dauterman

A doutora Jane Foster precisa lutar por sua vida em uma batalha contra o câncer, mas quando cai o raio e ela se transforma na Deusa do Trovão, ela precisa ser a Thor de que uma Asgard em caos desesperadamente necessita. Jane Foster tem sempre sido uma forte personagem secundária nas páginas dos quadrinhos de Thor, mas Aaron a transformou em uma peso pesado da Marvel digna de um dos mantos mais estimados da cultura dos super-heróis.

Divulgação

- “Nighthawk, Volume 1”

“Hate Makes Hate”

Escritor: David F. Walker

Artista: Ramon Villalobos

A revista mensal, que foi lançada em maio, terminou sua temporada em outubro depois de ser cancelada. As seis edições foram compiladas nesse volume único em brochura, disponível a partir de 10 de janeiro. Eles trazem um raro conto de super-herói que atira um justiceiro negro no meio de uma cidade afetada por racismo, abuso policial e gentrificação.

Divulgação

- “Black Panther, Volume 1”

“A Nation Under Our Feet”

Escritor: Ta-Nahesi Coates

Artista: Brian Stelfreeze

Depois que T’Challa, o Pantera Negra, desempenha um papel chave nas Guerras Secretas, sua nação africana de Wakanda questiona se seu governo monárquico ainda é o que melhor serve ao futuro da nação africana utópico do universo Marvel. Coates lida mais do que bem com a pressão de receber em mãos um personagem que muitos consideram o mais bem acabado super-herói negro apresentando um T’Challa que, apesar de ser uma das mentes mais brilhantes do universo Marvel, nem sempre tem respostas.

Divulgação

- “Wolverine: Old Man Logan, Volume 1”

“Berzerker”

Escritores: Jeff Lemire, Mark Millar

Artistas: Andrea Sorrentino, Steve Mc Niven

Lemire e Sorrentino se reúnem após sua criticamente aclamada temporada com o Lanterna Verde da DC para contar a história do Velho Logan de Millar e McNiven. Ele é um Wolverine perdido em um tempo que não é o seu depois que os eventos das Guerras Secretas da Marvel o trouxerem do sombrio e desolado futuro – no qual sua história originalmente se dava – para o tempo presente do universo Marvel. Wolverine é assombrado pelas memórias de um futuro que ele sente que pode prevenir somente abrindo mão relutantemente de suas garras de adamantium.

Divulgação

- “Justice League, Volume 7”

“Darkseid War”

Escritor: Geoff Johns

Artista: Jason Fabok

Johns agora estará ocupado ajudando Warner Brothers e DC Entertainment a fazerem seus filmes de super-heróis o melhor que eles podem ser, mas seu presumido último grande trabalho para a DC Comics é um ousado conto da Liga da Justiça na qual os maiores heróis da DC enfrentam o legado e a linhagem da maior ameaça do universo dos seus quadrinhos: Darkseid. Essa série também estabelece Fabok como o próximo grande artista da DC.

Divulgação

- “Wonder Woman: Earth One, Volume 1”

Escritor: Grant Morrison

Artista: Yanick Paquette

Morrison recebe a chance de reimaginar a origem da Mulher Maravilha em um conto de Terra Um que conta com imagens lindamente desenhadas por Paquette.

Divulgação

- “Batman, Volume 9”

“Bloom”

Escritor: Scott Snyder

Artistas: Greg Capullo, Danny Miki, Yanick Paquette

Snyder e Capullo estabeleceram o padrão para como contar histórias do Batman no século XXI. “Bloom” presencia a conclusão de sua temporada de cinco anos, uma favorita dos fãs, conforme Bruce Wayne retorna à capa e à máscara para lembrar Gotham que Batman sempre estará lá quando a cidade mais precisa dele.

Divulgação

- “Batgirl, Volume 3”

“Mindfields”

Escritores: Brenden Fletcher, Cameron Stewart

Artista: Babs Tarr

Uma abordagem jovem e descolada para a Batgirl chega ao fim. A equipe criativa formada pelas palavras de Stewart e Fletcher, ao lado da arte refrescante do artista recentemente tornado celebridade Tarr, faz de Batgirl um dos quadrinhos de super-herói mais divertidos no mercado.

- “DC Universe: Rebirth”

Escritor: Geoff Johns

Artistas: Gary Frank, Phil Jimenez, Ethan Van Sciver

Johns não podia mergulhar de cabeça nos filmes de Hollywood sem antes assegurar que estava deixando o universo de super-heróis dos quadrinhos DC em boas mãos. Depois de entregar alguns dos maiores contos da DC ao longo da última década, ele ajudou o editor a por um fim ao controverso reboot Os Novos 52 escrevendo “Renascimento” e encaminhando os futuros contadores de histórias da DC para o sucesso. “Renascimento” é uma carta de amor a tudo que faz os heróis da DC especiais, e assegura os fãs de que a essência da razão por que eles afluem para esses heróis está de volta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]