Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Perfil

Uma “banda” de um piano só Irati

  • Derek Kubaski, especial para a Gazeta do Povo
Jeff Reinholds descreve seu estilo como “piano rock” |
Jeff Reinholds descreve seu estilo como “piano rock”
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

“Marteladas” firmes e certeiras nos graves com a mão esquerda, mão direita que vai e vem sobre o restante do teclado. O pé direito pisa fundo no pedal e os abafadores – que “cortam” a vibração das cordas – praticamente não trabalham. Todas as notas se alongam e formam um som cujo ritmo não deixa mentir: é rock and roll. Foi com base nesses elementos que o pianista de Irati, nos Campos Gerais, Jeff Reinholds, chegou ao que ele mesmo chama de “piano rock”. Oito composições próprias – executadas por ele – ganharam o formato de um CD que acaba de ser lançado.

Ele é ainda um pouco mais ousado e arrisca: “Eu coloquei uma banda de rock inteira dentro do piano. Com a mão esquerda eu “faço” o baixo e dou o ritmo. Com a mão direita, uso as teclas para substituir a linha vocal e a guitarra”, explica Reinholds, que usa, no máximo, quatro acordes em suas músicas. A ideia de misturar piano e rock pode até estabelecer alguma semelhança entre o iratiense e o pianista norte-americano Jerry Lee Lewis, só que Reinholds não faz questão de ter a mesma “animação” do astro internacional. “Eu preciso estar concentrado para tocar, além do que, se eu tentar me virar para a plateia, tenho de soltar o pedal. A não ser que eu coloque um tijolo nele”, brinca.

As composições também têm uma história à parte. A fase mais profícua começou durante a faculdade de Jornalismo, cursada na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no começo dos anos 2000. “Eu comecei compondo músicas de protesto, mas eram imensas, verdadeiros ‘Faroestes Caboclos’ [numa alusão à banda Legião Urbana]. Eu mesmo tentei cantar tudo aquilo mas, já na época, percebi que o meu negócio não era cantar. Tentei, então, montar uma banda com base nessas músicas, mas também não deu certo. A coisa funcionou quando eu abandonei as letras e transferi tudo para o piano”, conta.

Desde o ano passado, Reinholds se apresentou em alguns concertos na região. O trabalho dele está sendo divulgado quase completamente em inglês. “Disponibilizei algumas músicas na internet e, hoje, há mais conteúdo publicado sobre mim em inglês do que em português”, observa. O CD, gravado em um estúdio que ele montou em casa, demandou um investimento de cerca de R$ 50 mil.

Saiba sobre o trabalho do músico no site www.jeffreinholds.com

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE