Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Alunas do Colégio Amplação em investigação, demonstrando autonomia, independência e curiosidade. Destaque também para os recursos da mesa de luz e material preparado para exploração.
Alunas do Colégio Amplação em investigação, demonstrando autonomia, independência e curiosidade. Destaque também para os recursos da mesa de luz e material preparado para exploração.| Foto: Miguel Verzignassi
  • Por Colégio Amplação
  • 13/09/2021 13:00

O mundo mudou, e os desafios para criar cidadãos mais preparados para as demandas da vida contemporânea também. Entendendo a necessidade de reconstruir metodologias de aprendizagem, inúmeros grupos de educadores ao redor do mundo têm discutido novas abordagens para aprimorar o ensino tradicional.

Muitas dessas iniciativas transformadoras são englobadas pela expressão “educação inovadora”, termo guarda-chuva que caracteriza o movimento de formar pessoas mais resolutivas, criativas, bem-resolvidas, empáticas e felizes.

Em Curitiba, uma instituição de ensino está dando uma lição valiosa para as perspectivas de construção da escola do futuro.

O Colégio Amplação, no bairro planejado Neoville, propõe um método inovador que envolve abordagem bilíngue e o respeito às individualidades de cada estudante em sua jornada para aprender, além de uma infraestrutura projetada para inspirar os estudantes a serem as melhores versões de si mesmos.

Aluno protagonista: por que essa é a metodologia do futuro?

Um dos grandes abismos que limita estratégias pedagógicas é o choque geracional entre professores que se desenvolveram profissionalmente sem o acesso popularizado à tecnologia e crianças que entram em contato com celulares e computadores muito cedo — em alguns casos, antes mesmo do primeiro ano de vida.

O enfoque do conceito de educação inovadora está em levar as necessidades atualizadas do século XXI para dentro da sala de aula.

O objetivo é assegurar que educadores e estudantes falem a mesma linguagem e possam propor trocas e diálogos enriquecedores. Assim, as crianças conseguem assimilar o conteúdo de uma forma mais autônoma, ativa e generosa, com uma grande oportunidade de autoconhecimento e autocrítica. Na educação inovadora, o aluno entende o seu potencial e aprende a lidar com ele.

Essa é a essência do conceito de aluno protagonista. Aqui, os professores são livres para conhecer as necessidades de cada criança, além de a incentivarem a interagir com o que está sendo ensinado e a fazer algumas descobertas por conta própria, dentro do seu ritmo.

Afinal, a criança também é um indivíduo, com suas próprias habilidades, dificuldades, interesses e preferências. Valorizar as características que fazem do seu filho uma pessoa única e instigante significa mostrar a ele, desde os primeiros momentos da escolarização, seu papel enquanto cidadão responsável por si mesmo e pelos outros, a importância de suas qualidades e como superar obstáculos de qualquer grau de complexidade.

O aluno da educação inovadora é formado para ser um adulto criativo, confiante e emocionalmente saudável, mais preparado para os desafios comuns do dia a dia.

Saiba mais sobre a proposta pedagógica transformadora do Colégio Amplação

Como é estudar em uma escola inovadora?

Uma criança ou adolescente matriculado em uma escola inovadora terá seu pensamento e capacidade de argumentação valorizados. Dependendo da faixa etária, haverá incentivo para que o aluno seja um pesquisador, buscando ativamente pela relação entre assuntos que interessam e o conteúdo que precisa ser absorvido durante o processo pedagógico.

Para isso, serão usados recursos tecnológicos, como realidade aumentada e inteligência artificial, sempre com os professores como guias dessa jornada. A comunidade e o coletivo também são valorizados por meio de debates, assembleias, incentivo para que o estudante levante sua voz, ouça a dos outros e compartilhe suas visões com os colegas.

Essa relação é fomentada já a partir da organização dos espaços. No Colégio Amplação, por exemplo, não existem carteiras enfileiradas, que fomentam a sensação de hierarquia. Na instituição, os alunos se organizam nas estações de trabalho, instaladas nas chamadas “salas 360º”, que contam com um mobiliário personalizável que pode ser adaptado às necessidades de cada estudante ou aula.

As estações variam de acordo com os ambientes, que são construídos para ser lúdicos e incentivam uma experiência multissensorial. Em algumas salas, a interação acontece em mesas coletivas. Já outras contam com pufes confortáveis espalhados em círculos. Há ainda estações específicas para aulas de artes, pintura e culinária.

Mariane Pinheiro Peixoto, assistente pedagógica do Colégio Amplação, conta que a inspiração para a metodologia da escola surgiu de algumas das maiores referências em educação e desenvolvimento humano do mundo.

“Tanto a estrutura física, quanto o método, são baseados em anos de pesquisa e nas experiências de países como Finlândia, Itália e Estados Unidos. O objetivo era trazermos a evolução desde a concepção do colégio, em nosso DNA”, conta.

Além de aprender a importância da conexão com o outro, esse modelo de disposição da mobília também ajuda em um aspecto indispensável do desenvolvimento humano: a afetividade. O estudante se sente integrado, acolhido e à vontade, sabendo que os ambientes de construção do conhecimento também são seus espaços, onde ele é livre para se manifestar sem julgamentos ou reservas.

Para as crianças menores, da educação infantil ao primeiro ciclo do ensino fundamental, há um grande incentivo para que o brincar seja um constante aprendizado. Os jogos e brincadeiras não são isolados apenas na hora do recreio ou da educação física, como acontece em escolas comuns, mas sim, incorporados em todas as aulas, assegurando interesse constante dos pequenos no processo de aprendizagem.

Confira os ambientes do Colégio Amplação

O ensino no Colégio Amplação conta com um programa bilíngue, que possui uma carga horária estendida de aulas de inglês. Há espaços especialmente projetados para que os alunos possam interagir com o professor e os colegas com mais conforto, sem sentir aquela vergonha típica das primeiras experiências com um novo idioma, vivenciando o momento como se realmente estivessem num país de língua inglesa.

A política multicultural, por sua vez, não se limita a aprender a língua, mas a descobrir o mundo. Para isso, a escola incentiva a interação online com alunos de outros países, por meio de atividades virtuais, e a parceria com programas de intercâmbio.

Matricular seu filho em uma escola inovadora é mais do que simplesmente proporcionar uma boa infraestrutura ou atividades extracurriculares. É sobre romper com um ensino que é somente teórico, composto por fórmulas e macetes, e assegurar que a criança se torne um adulto preparado para a vida real, pronto para concretizar grandes projetos, traduzir seus sonhos em planos e colaborar ativamente com o desenvolvimento da sociedade.

Para saber como ocupar uma das vagas do Colégio Amplação, basta preencher o formulário online. Leva menos de um minuto e a diretoria entrará em contato para continuar a conversa.