O uso de cores confere mais personalidade aos principais ambientes da casa, como a cozinha
O uso de cores confere mais personalidade aos principais ambientes da casa, como a cozinha| Foto: Foto Arq Daniel Prando
  • Por Mondrian Móveis
  • 26/01/2021 11:41

As cores sempre fascinaram tanto o ser humano que especialistas criaram a psicologia das cores, um estudo que busca compreender o comportamento humano diante delas. Comumente trazidas em itens dentro de casa, acredita-se que as diferentes tonalidades transmitam sentimentos e carreguem energias que afetam desde a maneira de ver o mundo até aspectos da saúde.

Muitos dizem que o laranja, por exemplo, desperta euforia, alegria e confiança. Já o azul remete à intelectualidade e à verdade. O amarelo, por sua vez, indica estímulo e alerta, enquanto vermelho traz dinamismo e energia.

Além da cor base, como o azul, a paleta pode passear por tons mais claros ou mais escuros e por opções foscas ou brilhantes
Além da cor base, como o azul, a paleta pode passear por tons mais claros ou mais escuros e por opções foscas ou brilhantes| Foto Arq Daniel Prando

Nos cômodos do lar, cores diversas já entraram e saíram de moda. E um dos ambientes mais frequentados pelos habitantes acabou passando por muitas transformações: as cozinhas. Na década de 1950, tons fortes dominavam os eletrodomésticos. Geladeira azul e fogão vermelho eram comuns, mesmo que não combinados entre si. Depois, por volta dos anos1970 e 1980, as cores saíram dos objetos e foram transferidas para armários e azulejos. Mais tarde, as cozinhas adotaram uma paleta mais clean, onde se destacaram tons de branco, bege e cinza. Hoje, a escolha pessoal é o que impera, mas sempre relacionada às tendências do momento.

Como inserir cores na cozinha

As cores podem entrar na cozinha de diversas maneiras, ensinam os especialistas da Mondrian Exclusive Móveis Sob Medida. Uma delas é por meio dos armários. Atualmente, a gama de alternativas disponíveis é imensa: MDF e MDP com padrões amadeirados, unicolores e texturizados. Além disso, há o acabamento em laca, um tipo de pintura resistente e que também tem um leque de tons enorme – além das versões fosca e brilhante.

As bancadas podem ser outro ponto de cor. As de quartzo passeiam por tons de amarelo, bege e marrom, entre outros. As pedras de granito vêm em verde, ouro, marrom, cinza, amarelo, azul e vermelho, apenas para citar alguns. O porcelanato, que vem sendo empregado também nas bancadas, oferece muitas sugestões de cor, das mais sutis até as mais impactantes e até com veios que imitam o mármore.

Outra forma de explorar o uso das cores é inseri-las nos vidros usados na frente de portas e gavetas. Eles podem ser coloridos, texturizados ou, graças à tecnologia empregada hoje, ter a aparência de fosco.

Mas se mesmo assim você tem medo de se arriscar no mundo das tonalidades, é possível ser mais discreto e apostar nos puxadores dos móveis. Eles oferecem inúmeros padrões de cores e texturas, podendo ainda ser temáticos.Sabia que existem até puxadores em couro ou em divertidos formatos?

Uma forma sutil de usar as cores é explorá-las apenas em um armário: o superior ou o inferior.
Uma forma sutil de usar as cores é explorá-las apenas em um armário: o superior ou o inferior. | Samuel Berger

Outra forma de usar os tons, mas de modo leve, é combinar móveis superiores e inferiores com cores diferentes. Por exemplo, optar pelo uso da cor azul nos armários inferiores e da branca nos superiores, ou vice-versa. É possível harmonizar diversas cores para obter efeitos diferentes. Também é interessante combinar cores com padrões, como um amadeirado com móveis verdes.

As cores se harmonizam com diversos padrões, como concreto, tijolos aparentes e porcelanatos.
As cores se harmonizam com diversos padrões, como concreto, tijolos aparentes e porcelanatos. | Foto Arq Daniel Prando

A Mondrian oferece um grande rol de cores, mas ainda oferece a possibilidade de fabricação de uma cor personalizada para o cliente. A marca executa projetos de arquitetos ou disponibiliza designers de interiores para a elaboração do plano de mobiliário. Para isso, realizam uma consultoria completa para saber sobre os gostos, desejos e necessidades do consumidor e, assim, apresentar as melhores soluções.

O uso das cores vai muito bem quando em conjunto com diversas texturas, como ripados e bancadas em pedra.
O uso das cores vai muito bem quando em conjunto com diversas texturas, como ripados e bancadas em pedra. | Foto Arq Daniel Prando

Junto à elaboração do projeto é apresentada uma composição completa de cores, padrões e materiais que se harmonizem com a proposta do ambiente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]