Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Qualidade da imagem durante o exame de ressonância magnética é essencial para a investigação de doenças e enfermidades.
Qualidade da imagem durante o exame de ressonância magnética é essencial para a investigação de doenças e enfermidades.| Foto: Shutterstock
  • Por Primamed
  • 13/01/2022 13:42

Como o nome mesmo já revela, o aparelho de ressonância magnética funciona por meio da criação de campos magnéticos e pulsos de radiofrequência. Quando ligado, esse campo magnético age como um grande ímã para as moléculas de hidrogênio do corpo humano. E é esta interação entre as moléculas humanas que cria as imagens em alta resolução que são tão essenciais para o diagnóstico de doenças e enfermidades.

Logo, o exame de ressonância magnética não utiliza radiação, é seguro e possui poucas contraindicações. Por isso, tantos médicos, de diversas áreas, solicitam o exame para analisar órgãos e outros tecidos do corpo humano.

Neste artigo, nós explicaremos os usos da máquina de ressonância magnética e a importância da qualidade das imagens para um diagnóstico assertivo. Confira!

Dada a alta qualidade de imagem e a possibilidade de detectar doenças em todas as regiões do corpo, o exame serve para identificar inúmeros problemas. É possível acompanhar tumores, cistos e cânceres, mas também observar lesões em diversas regiões do corpo, como na coluna, articulações, joelhos e ombros.

Para que servem os exames de ressonância magnética?

Inclusive, é um exame bastante utilizado no diagnóstico de doenças neurológicas, como Alzheimer, e também no diagnóstico de pacientes neurodivergentes, como autistas. O fato do exame ser indolor e pouco invasivo também auxilia na detecção de câncer de próstata e, em mulheres, pode identificar endometriose e miomas.

Como funciona a ressonância magnética?

Após retirar todos os acessórios e elementos de metal, o paciente deita em uma maca trajando roupas leves ou modelos hospitalares cedidos pela clínica. A parte do corpo a ser analisada é coberta por um aparelho chamado bobina, que potencializa os campos magnéticos. Como a máquina é bastante barulhenta, é comum os pacientes utilizarem tampões nos ouvidos.

O tempo de exame varia da região estudada, podendo levar 15 minutos ou se estender por horas. Para a precisão das imagens, é preciso permanecer o mais imóvel possível.

Onde realizar o exame?

Dada a abrangência de situações em que o exame de ressonância magnética detecta e facilita o diagnóstico, é imprescindível que os pacientes escolham bem as clínicas onde realizarão o procedimento. Da mesma forma, também é importante que os médicos conheçam diversas clínicas na região caso seus pacientes solicitem indicação.

Neste ponto, é relevante lembrar que a precisão das imagens é essencial para o profissional que solicitou o exame. Além disso, visto o tempo do exame e suas particularidades (alto ruído, desconforto em claustrofóbicos em caso de ressonância de crânio), o atendimento humanizado antes, durante e após o exame é essencial. Logo, o corpo clínico precisa estar preparado para quaisquer adversidades.

APrimamed, primeira e única clínica de diagnóstico de imagem de Pinhais (PR), é especializada em exame de imagens e realiza procedimentos como Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada, Mamografia Digital, Ultrassonografia Geral, Ultrassonografia Obstétrica, EcoDoppler, Densitometria Óssea, Raios X Digital, Punções e Biópsias e Exames Cardiológicos.

Além do controle rigoroso da qualidade das máquinas, tal qual a assertividade dos laudos, a clínica oferece a possibilidade do médico consultar rápida e facilmente o radiologista responsável pelo exame. Dessa forma, a Primamed cria uma ponte comunicativa entre os profissionais, o que é muito importante para o diagnóstico de certos casos.

E, então, está precisando fazer algum exame? Conheça as instalações da Primamed! A clínica fica localizada no centro de Pinhais, Rua Bolsão dos Papagaios, 48.

Clique aqui e agende seu exame pelo WhatsApp.

Primamed Diagnóstico por Imagem

Diretora Clínica: Dra. Flávia Orizzi de Souza Sandrin - CRM/PR: 27.862
Diretor Técnico: Dr. Lucas Azevedo Lopez de Andrade - CRM/PR: 35.637