Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Informações que você deve saber sobre o óleo de canabidiol
| Foto:
  • Por Purely CBD
  • 31/05/2021 14:19

Quando surge um produto, uma tendência ou, até, um novo segmento de mercado, é comum que haja muita especulação. A desinformação e o preconceito, muitas vezes, são obstáculos que fazem parte do processo de ganhar confiança e se estabelecer. E não há caso mais emblemático do que o canabidiol (CBD).

É uma droga? Mas o que ele tem de bom? Quem disse que funciona? São questões que surgem, inclusive para quem está de olho em mercados promissores para investimentos.

Então, para você ficar informado sobre o que é o CBD, os benefícios e as oportunidades de negócio que estão surgindo, trouxemos alguns fatos para desmistificar alguns mitos sobre essa substância.

Está na maconha, mas não é droga e nem dá barato

Precisamos falar de biologia. O canabidiol é uma substância canabinoide, um princípio ativo presente na planta Cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, que age nos receptores canabinóides do cérebro.

Sim, é verdade que o canabidiol é extraído da maconha. Mas a substância que gera os efeitos psicoativos relacionados à planta é o THC (canabinoide delta-9-tetrahidrocanabinol), e não o CBD.

No cérebro, o canabidiol age de forma contrária ao THC — enquanto este ativa os receptores canabinóides do cérebro, o CBD não ativa. Por isso, o uso do canabidiol não causa os efeitos psicoativos do THC, não causa barato.

Reserve agora a sua área com a Purely e comece a investir no mercado de CBD.

Ajuda em diversas doenças, inclusive Alzheimer e Parkinson

Já que o CBD não tem efeitos alucinógenos ou psicoativos, quais os efeitos? No corpo, essa substância tem efeito anti-inflamatório, ansiolítico e anticonvulsivo.

Por isso, o CBD:

  • reduz convulsões causadas por epilepsia;
  • tem efeitos muito positivos no tratamento de doenças neurodegenerativas, como AVC, Alzheimer e mal de Parkinson, além de esclerose múltipla;
  • reduz a ansiedade;

Mercado muito promissor

Uma análise realizada pela consultoria The Brightfield Group´prevê que, nos Estados Unidos, o mercado de canabidiol pode chegar a 22 bilhões de dólares no ano que vem.

Em estudo feito pela New Frontier Data, em parceria com a The Green Hub, a projeção mais otimista diz que 3 anos após a legalização das vendas no Brasil, o país tenha cerca de 3,9 milhões de pacientes. O que representa um mercado de R$ 4,7 bilhões.

A USP é instituição com maior produção científica mundial sobre canabidiol

Além de estar, novamente, entre as melhores universidades do mundo, a Universidade de São Paulo é a instituição com maior produção de artigos e pesquisas sobre canabidiol no mundo.

A USP tem mais que o dobro de publicações do que a segunda colocada, a King’s College London, do Reino Unido.

Isso significa forte empenho em pesquisas sobre os benefícios para a saúde e no desenvolvimento de novos produtos.

O Brasil está se abrindo a esse novo mercado

Se há dois anos atrás, para comprar produtos para uso medicinal, uma pessoa precisava conseguir prescrição médica, requerer autorização de importação com a Anvisa e, então, comprar direto de fabricantes internacionais, hoje já não é mais assim.

Em 10 de março de 2020, a Anvisa regulamentou a fabricação e a venda de produtos para uso medicinal nas farmácias brasileiras mediante prescrição médica.

Hoje, com a prescrição médica, é possível comprar produtos à base de CBD no Brasil, o que diminui o custo e o tempo de espera.

Agora que você já conhece melhor o canabidiol e o potencial enorme deste mercado, é hora começar a investir.

Ficou com alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato com o especialista da Purely CBD.