O ditador Ramos Clemente enlouquece no espelho: caricatura de Fidel na tevê americana. | Reprodução/
O ditador Ramos Clemente enlouquece no espelho: caricatura de Fidel na tevê americana.| Foto: Reprodução/

Um psicopata bêbado e sanguinário ou um ardiloso metalista. Assim duas das séries de televisão americanas mais importantes e longevas, “Além da imaginação” e “Os Simpsons”, retrataram a figura de Fidel Castro.

O ditador, cuja morte aos 90 anos, na última sexta-feira (25), motivou luto e celebração em diferentes partes do mundo, foi personagem constante de sátiras durante os mais de 50 anos em que permaneceu no poder.

Sua personalidade forte, a retórica singular, a barba e a farda guerrilheira abasteceram caricaturas na tela durante décadas. Às vezes mostrado como um revolucionário corajoso, às vezes como um ditador autocrático.

Leia também: Filme alemão conta bastidores dos Jogos em que Hitler quis parecer pacifista

Em um episódio de 1961 de “Além da Imaginação”, série de terror e ficção cientifica criada em 1959, mesmo ano da revolução cubana, Ramos Clemente (Peter Falk) é o líder guerrilheiro que vai enlouquecendo enquanto elimina os antigos companheiros de luta.

Constantemente bêbado, ele é atormentado pela própria imagem refletida no espelho da sala do palácio presidencial que parece ter vida própria.

Passando a perna em Burns

Fidel castro e a nota de 1 trilhão de dólares. Reprodução

Já no episódio de “Os Simpsons”, de 1998, Fidel está prestes a desistir do comunismo e entregar a ilha aos Estados Unidos. “Eles não são tão maus, tem uma rua com o meu nome em São Francisco”.

Eis que chegam Homer J. Simpson e seu patrão, o senhor Burns, com uma proposta para comprar a ilha de Cuba com uma nota de um trilhão de dólares.

Fidel diz que Cuba não está a venda, mas pede para ver a nota. “Veja com os olhos e não com as mãos”, diz o senhor Burns. Homer o tranquiliza: “Acho que podemos confiar no presidente de Cuba”.

Fidel então passa a perna no empresário e embolsa a cédula deixando o inescrupuloso capitalista na miséria.

Senhor da Guerra

Premiado com o Oscar de melhor documentário em 2004, “Sob a Névoa da Guerra” traz uma entrevista relevadora com Bob McNamara, Secretário de Defesa de John Kennedy durante a crise dos mísseis.

“Em 1992, fiz três perguntas a Fidel Castro. A primeira era: ‘O senhor sabia da presença das ogivas?’ A segunda: ‘Se o senhor sabia, teria recomendado a Krushchev, caso os Estados Unidos invadissem a ilha, que ele as usasse?’ E a terceira: ‘E se ele tivesse usado, o que seria de Cuba?’ Ele respondeu na seqüência: ‘Eu sabia. Recomendei que as usasse. Destruição total’.”

Veja a cena de “Os Simpsons” em que Burns tenta comprar a ilha de Cuba:
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]