|
| Foto:

Iracema von Bahten

Quando Iracema lançou um olhar ao espelho, analisando o desenho delicado que suas tranças formavam presas no alto da cabeça, não imaginava que aquela corriqueira ida à corrida de cavalos mudaria sua vida. Estava com seus 19 anos e acompanhava os pais em mais um evento familiar na cidade catarinense de Rio Negrinho. Naquele dia, reparou em um rapaz que estava passando as férias na cidade. Marcos, o tal rapaz, só voltou a Rio Negrinho um ano depois, mas, assim que olhou para uma garota que repetidamente passava em frente à casa da família dele com um cachorrinho no colo, lembrou que aquela era a moça cuja beleza – e tranças - havia chamado sua atenção naquela corrida de cavalos. O reencontro aconteceu em um baile de Natal. Marcos conta que rolava uma "atração recíproca" entre os dois, e que o início do namoro foi imediato. Na época ele morava em São Paulo, onde era militar da Aeronáutica. Foram quatro anos de namoro à distância, com poucos encontros, mas muitas cartas. Quando se casaram, Iracema mudou-se para a cidade dele. Vieram dois filhos e anos depois resolveram voltar para Rio Negrinho.

Empresária, ela e o marido tiveram alguns empreendimentos, principalmente no comércio de roupas e abajures. Com os filhos crescidos e morando em Curitiba, o casal resolveu vir para o Paraná também. Iracema era muito vaidosa, escolhia com muito cuidado cada um de seus colares e casacos bonitos. Mantinha as unhas levemente compridas, o que deixa a gostosa lembrança dos cafunés que fazia nos netos. Adorava ler, o que fazia também em em alemão, escrever poesias e fazer bordados e crochê. Também gostava de preparar pratos para a família. Quando esperava os netos para o lanche da tarde eles sempre encontravam muito mais comida do que poderiam experimentar. Vivia sob a filosofia de que devemos aproveitar cada momento da vida. "Tem gente que guarda as melhores louças, os melhores vestidos, mas temos de aproveitar tudo e não guardar para depois", costuma dizer. Com Marcos, atraía olhares por onde ia. "Eles eram muito conhecidos na região do Centro Cívico, pois saíam de casa sempre abraçadinhos, fosse para ir aos restaurantes ou à farmácia", conta a neta Aline. Iracema estava muito feliz porque estava se aproximando o casamento da outra neta, Adriana, e estava empenhada para completar o enxoval. Mesmo atarefada, achava um tempinho para cuidar de si, e na companhia da filha Marlis dava as suas escapadas para o salão de beleza ou para fazer umas comprinhas. Deixa o viúvo, dois filhos e três netos.

Dia 8, aos 82 anos, de aneurisma.

* * * * *

Adílson Botta, 69 anos, técnico contabilidade, filho de Luiz Umberto Basílio Botta e Anna Fassio Botta. Deixa viúva Guiomar Cachelli Botta. Sep. às 9 h, no Cemitério Crematório Perpétuo Socorro.

Alisson Eduardo da Silva, 2 dias, filho de Alessandro Luiz da Silva e Sandra Fátima de Quadros. Sep. em horário a ser designado, no Cemitério Municipal do Boqueirão, saindo da residência na Rua Gilberto Kaminski 114, no CIC.

Ana Prestes de Miranda, 79 anos, do lar, filha de Antônio Félix Correia e Rosalina da Cruz Correia. Deixa viúvo Sebastião Prestes de Miranda. Sep. ontem.

Aron Vieira da Silva, 39 anos, padeiro, filho de Francisco Vieira da Silva e Eva Vieira da Silva. Sep. às 11 h, no Cemitério São Roque, saindo da capela 1 do Cemitério Municipal do Santa Cândida.

Bruno Collere Walesko, 27 anos, auxiliar administrativo, filho de Luiz Alberto Walesko e Marli Aparecida Collere Walesko. Sep. ontem em Colombo, PR.

Carlos Botnar, 66 anos, comerciante, filho de João Botnar e Ana Botnar. Deixa viúva Alba Regina Domingues Botnar. Sep. às 10 h, no Cemitério Municipal do Água Verde, saindo da capela 2 do mesmo.

Cristiano Gonzaga da Silva, 31 anos, pedreiro, filho de Luiz Gonzaga da Silvae Maria de Lourdes da Silva. Deixa viúva Jociane Lima da Maia. Sep. em horário e local a serem designados, saindo da capela Natalina Berti, em São José dos Pinhais, PR.

Dilma Maria da Silveira, 74 anos, contadora, filha de João Cândido da Silveira e Maria Rosa da Silva. Sep. ontem.

Fernando Lima Ferreira, 24 anos, segurança, filho de Eraldo Ferreira e Rosangela dos Santos Lima. Sep. ontem.

Ivete do Rosário Sieben, 61 anos, do lar, filha de Alfredo Ribas Sieben e Maria de Jesus Pimentel Sieben. Sep. às 10h30, em local a ser designado, saindo da capela Frei Miguel, no CIC.

Jane Elisabeth Setenareski, 65 anos, advogada, filha de Pedro Setenareski e Joana Karperski Setenareski. Sep. ontem em São José dos Pinhais

Jobetir Henrique de Souza Saturnino, 20 anos, serralheiro, filho de Rubens Saturnino Junior e Iara Souza. Sep. ontem.

José dos Santos, 99 anos, lavrador, filho de Dionísia dos Santos. Deixa viúva Silvanira Bonfim dos Santos. Sep. ontem em Campina Grande do Sul, PR.

José Francisco Lopes, 79 anos, carpinteiro, filho de Francisco Jacinto Lopes e Rosa Maria de Jesus. Deixa viúva Lasara Rodrigues Lopes. Sep. ontem.

José Roberto Montagnini, 24 anos, auxiliar produção, filho de Sidnei Montagnini e Maria Gonçalves Montagnini. Sep. ontem em Piraquara, PR.

José Tadeu de Souza, 47 anos, jardineiro, filho de Luiz Leonel de Souza e Terezinha Maria de Souza. Sep. ontem.

Larissa Padilha dos Santos, 1 ano, filha de Luiz Carlos dos Santos e Marilsa Aparecida Padilha. Sep. ontem.

Leandro Almeida de Souza, 14 anos, filho de Francisco de Souza e Eusilene Pãozinho Almeida. Sep. ontem.

Leandro de Moraes, 24 anos, operador de telemarketing, filho de Maria Luiza de Moraes. Sep. em horário a ser designado, no Cemitério Universal Necrópole Ecumênica Vertical, saindo da capela de Igreja Evangélica Assembleia de Deus, no Bairro Alto.

Leonardo Brudzinski,anos, pedreiro, filho de João Brudzinski e Helena Brudzinski. Viúvo de Cecilia Csewcsyk Brudzinski. Sep. às 11 h, no Cemitério Parque Iguaçu.

Lucillia Campello de Oliveira Paiva, 93 anos, do lar, filha de Eduardo Ferreira Campello e Judith Pires Campello. Viúva Murilo de Oliveira Paiva. Sep. em horário a ser designado, no Crematório Vaticano, saindo da capela do mesmo.

Marcos Antônio de Lima Alves, 19 anos, servente, filho de Antônio Aparecido de Assis Alves e Vera de Lima Alves. Sep. às 9 h, no Cemitério Jardim Independência, saindo da residência na Rua Delegado Geraldo Bernardi 208, em Araucária, PR.

Maria Clara Lopes Vieira, 9 dias, filha de Paulo Roberto Vieira e Vera Lúcia Lopes. Sep. em horário e local a serem designados, saindo da capela do Cemitério Municipal de Umuarama, PR.

Maria da Glória Pinto, 88 anos, doméstica, filha de Maria Ferreira das Dores. Viúva de João Batista Ferreira Pinto. Sep. às 10 h, no Cemitério Municipal do Boqueirão, saindo de capela 2 do mesmo.

Milton Sérgio Sauaf, 56 anos, pintor, filho de Farid Sauaf e Leonor Jeuniker Sauaf. Sep. ontem.

Onísia Domiciano da Silva, 44 anos, zeladora, filha de Leopoldino Domiciano da Silva e Raimunda Dias Ferreira da Silva. Deixa viúvo Josias dos Santos Feliz. Sep. às 11 h, no Cemitério Colônia Faria, saindo da capela do mesmo, em Colombo, PR.

Ostrilha Siqueira de Freitas, 79 anos, do lar, filha de Francisco Eduardo de Siqueira e Ana da Costa Roza. Viúva de Benedito de Freitas. Sep. ontem.

Rafael Franca Machado, 18 anos, vendedor, filho de Itamar Obarski Machado e Sônia Maria Franca. Sep. em horário a ser designado, no Cemitério Municipal do Boqueirão.

Teodoro Tadeu Wilczak, 65 anos, comerciante, filho de Inácio Wilczak e Joana Wilczak. Deixa viúva Eva Maria da Silva Wilczak. Sep. em horário e local a serem designados, saindo da capela do Cemitério São Miguel, em Araucária, PR.

Tereza Rosa Lopes, 76 anos, do lar, filha de Joaquim Antônio da Rosa e Aparecida de Almeida. Deixa viúvo João lopes. Sep. ontem.

Vilmar Alves de Freitas, 31 anos, eletricista, filho de Floriano Alves de Freitas e Diolinda Ribeiro Rodrigues. Sep. ontem em Três Barras, PR.

Vílson Roque Gonçalves Nunes, 51 anos, operador de empilhadeira, filho de Otávio Gonçalves Nunes e Sebastiana da Silva Nunes. Deixa viúva Maria Helena de Souza Nunes. Sep. ontem.

Wesley Franca Halabi, 28 anos, garçom, filho de Samir Hussein Halabi e Sônia Maria Franca. Sep. em horário a ser designado, no Cemitério Municipal do Boqueirão.

* * * * *

As publicações neste espaço são gratui­tas. Faça contato com a Central de Redação, pelo fax (041) 3321-5129, ou por e-mail leitor@gazetadopovo.com.br

FONTE: Serviço Funerário Municipal. Fones 3224-7707 e 3324- 9313.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]