Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Arquivo da família
| Foto: Arquivo da família

Advogado, escritor e portuário. Algacyr Morgenstern tinha uma rara criatividade intelectual e desenvolvimentista em prol do Paraná. Membro da Soberana Ordem do Sapo, era portador de um pequenino broche em formato de anfíbio, que lhe conferia o título de Barão do Porto de Paranaguá, por sua atuação no setor portuário. Desse tempo, resgatou a história dos portos paranaenses e editou uma trilogia.

Era homem de muitos títulos, mas dono de simplicidade. Antes de se formar em Direito pela Universidade Federal do Paraná, atuou como oficial da Marinha Mercante; chefe dos Escoteiros; e integrante do Movimento Pró-Paraná. Presidiu e participou de inúmeras instituições culturais e históricas do Paraná, como o Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, o Centro de Letras do Paraná, o Conselho Municipal de Cultura de Paranaguá, o Centro de Letras de Paranaguá, o Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá, a Fundação Bianca Bianchi, a Academia de Cultura de Curitiba e o Rotary Internacional.

Atuou em diversos setores do Porto de Paranaguá entre os anos de 1968 e 1996. O último posto foi na Procuradoria Jurídica da Appa. A administração estuda a constituição de uma biblioteca em homenagem ao portuário. "Agora, mais do que nunca, queremos agilizar essa homenagem – até como uma maneira de agradecer à família do doutor Algacyr. A biblioteca será no novo prédio administrativo do Porto de Antonina, especializada na temática portuária, quase toda composta por livros doados por ele, em vida", afirma o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, em e-mail enviado à Gazeta do Povo.

Na memória de Dalilla – sua esposa durante os últimos 60 anos e que também possui um título na confraria como Baronesa Santa Cecília, recebido pela sua expressividade como musicista – está a de homem criativo e familiar. Com os filhos, inventava pequenas formas de manter a disciplina de um jeito inovador. Como pai, orientou cada filho por cada fase atingida. Antecipava-se. Para alegria de Dalilla, o marido ajudou e muito na criação dos quatro filhos. Todos os sábados, por exemplo, passava os quartos em inspeção, tal qual no quartel. Quem tivesse mantido tudo arrumado ganhava um bônus na mesada da semana. Do contrário ficava com o mesmo valor.

Sensível, Algacyr se apaixonou por Dalilla durante um recital da pianista e professora em 1953, no auditório do Colégio Estadual do Paraná. Em 1954, estavam casados. Poeta, escrevia sobre tudo, em qualquer lugar. As mensagens serviam como presentes à sua Dalilla – até mesmo se fossem escritas em um guardanapo de papel. "Era de uma criatividade!" Entre as lembranças está as das rosas brancas artificiais um dia recebidas. Lindas, não exalavam perfume. Mas o romântico deu um jeito e todos os dias aspergia perfume de rosas para que parecessem verdadeiras. Era de detalhes, lembra a esposa. "Parecia que estava esperando. Festejou as bodas no dia 2 se setembro, lançou o último livro em abril e esperou a neta Caroline Vitória debutar." Deixa a viúva, quatro filhos e sete netos. Dia 12, aos 90 anos, em decorrência do Parkinson.

* * * * *

Ana Pereira de Jesus, 92 anos. Profissão: doméstica. Filiação: Francelino José dos Santos e Josefa Maria de Jesus. Sepultamento ontem.

Anilton José de Oliveira Tonet, 54 anos. Profissão: comerciante. Filiação: Ari Armando Tonet e Nair de Oliveira Tonet. Sepultamento ontem.

Antônio Rosa de Oliveira, 87 anos. Profissão: pedreiro. Filiação: Firmino Rosa de Oliveira e Valentina Rodrigues de Pontes. Sepultamento ontem.

Arnaldo Martins, 49 anos. Profissão: contador. Filiação: Samoel Martins e Maria da Penha Poggian Martins. Sepultamento ontem.

Carlos Alberto Laska Rosa, 50 anos. Profissão: empresário. Filiação: Cláudio Pereira Rosa e Anália Laska. Sepultamento ontem.

Dina Santos de Oliveira, 92 anos. Profissão: do lar. Filiação: Andréa Santos e Noemi Polensan. Sepultamento ontem.

Edson Iurk, 57 anos. Profissão: engenheiro civil. Filiação: Lourival Iurk e Alzira Eurich Iurk. Sepultamento ontem.

Ella Sosinski, 86 anos. Profissão: do lar. Filiação: Germano Raabe e Luíza Sell Raabe. Sepultamento ontem.

Geovana Machado dos Santos, 11 anos. Profissão: estudante. Filiação: Antônio Osires Noqueira dos Santos e Roseli do Rocio Machado. Sepultamento ontem.

Helber Daniel Parchen, 30 anos. Profissão: médico veterinário. Filiação: Carlos Augusto Petersen Parchen e Maria José Parchen. Sepultamento ontem.

Jair Furtado da Silveira, 64 anos. Profissão: autônomo. Filiação: Augusto Furtado da Silveira e Izolina da Silveira Furtado. Sepultamento ontem.

Jorgina do Carmo Nascimento, 67 anos. Profissão: do lar. Filiação: José Mariano e Januária Leite. Sepultamento ontem.

José João da Cruz, 78 anos. Profissão: porteiro. Filiação: José João da Cruz e Elisa Maria de Jesus. Sepultamento ontem.

Leonilda Grossmann Cordeiro, 86 anos. Profissão: do lar. Filiação: Pedro Grossmann e Rosa Schendler. Sepultamento ontem.

Linneu Borges de Macedo, 85 anos. Profissão: arquiteto. Filiação: Nathanael Borges de Macedo e Maria da Luz Portella de Macedo. Sepultamento ontem.

Maicon Jorge Alves de Borba Viana, 28 anos. Profissão: pedreiro. Filiação: Jorge Viana e Madalena Alves de Borba Viana. Sepultamento ontem.

Marco Antônio Pereira, 42 anos. Profissão: autônomo. Filiação: Mário Pereira e Erondina Mendes Pereira. Sepultamento ontem.

Nativo Teixeira da Costa, 76 anos. Profissão: advogado. Filiação: Olympio Rufino da Costa e Corina Teixeira da Costa. Sepultamento às 11 h, Universal Necrópole Ecumênica Vertical, saindo da Capela Municipal São Francisco de Paula - Cap. 01 São Francisco de Paula.

Olavo Soares, 83 anos. Profissão: professor. Filiação: Hipolito Soares e Sílvia da Cunha Soares. Sepultamento ontem.

Servina Gonsalves, 78 anos. Profissão: funcionário público federal. Filiação: Maria Florencia Gonsalves. Sepultamento ontem.

Vergínia Lúcia Alves Kachimarki, 47 anos. Profissão: do lar. Filiação: Reynaldo Kachimarki e Floripes Alves Kachimarki. Sepultamento ontem.

* * * * *

Condolências

Deixe uma homenagem a um dos falecidos

* * * * *

As publicações neste espaço são gratuitas. Faça contato com a Central de Redação, pelo fone (041) 3321-5832, ou por e-mail obituario@gazetadopovo.com.br.

As informações constantes na relação de falecimentos são fornecidas pelo Serviço Funerário Municipal. Fone: 3313-5772

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]