Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
MP envia recomendação administrativa a Greca sobre lotação dos ônibus
| Foto: Divulgação/TCE-PR

Em razão da pandemia do coronavírus, o Ministério Público do Estado do Paraná (MP-PR) expediu nesta sexta-feira (16) uma recomendação administrativa dirigida à Urbs e ao prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), sobre a lotação dos ônibus que circulam na cidade.

No documento, o MP cita informações de fiscalizações feitas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que também tem cobrado a prefeitura para tomar medidas contra um “número excessivo de passageiros”. Desde segunda-feira (12), vigora um decreto assinado pelo prefeito que permite uma lotação máxima de 70% da capacidade do veículo – norma anterior era de 50%.

Entre outras coisas, o MP pede mais fiscalização nos terminais de ônibus e medidas concretas para desafogar o sistema de transporte nos horários de pico. Também pede que a Urbs ajuste com a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) a questão da fiscalização no âmbito da rede integrada de transportes.

Em entrevista à Rádio Bandnews nesta sexta-feira (16), Greca afirmou que “não tem ônibus lotado em Curitiba” e que o problema está nas linhas metropolitanas, que são geridas pela Comec, órgão ligado ao governo do Paraná.

O MP deu um prazo de cinco dias ao prefeito para um retorno quanto à adoção ou não da recomendação administrativa. Procurada na noite desta sexta-feira (16), a prefeitura informou que foi notificada e que vai “prestar os esclarecimentos necessários dentro do prazo estipulado”.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]