Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

violência na RMC

Passageiros reagem e impedem novo arrastão de ônibus na região de Curitiba

Ação aconteceu na linha Curitiba/Piraquara. Passageiros e motorista contiveram os bandidos até a chegada da Polícia Militar (PM)

  • Mariana Balan
 | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A manhã deste domingo (11) foi marcada por mais um episódio de violência no transporte coletivo de Curitiba e Região Metropolitana. Dois bandidos tentaram promover um arrastão na linha Curitiba/Piraquara, mas acabaram detidos pelos próprios passageiros e encaminhados à delegacia.

O caso ocorreu por volta das 7h30, na Rodovia João Leopoldo Jacomel. O ônibus havia acabado de deixar o ponto Jardim Holandês quando os homens anunciaram o assalto.

Leia também: Capitania dos Portos vai investigar morte no ferryboat entre Matinhos e Guaratuba

Um dos passageiros avançou contra um dos assaltantes, armado com um revólver calibre 22, e conseguiu contê-lo. A Polícia Militar (PM) informou que o suspeito chegou a disparar o gatilho, mas a munição falhou. O outro jovem, menor de idade, estava com uma réplica de pistola.

O motorista parou o veículo durante o ocorrido até a chegada da viatura policial. Os dois homens foram encaminhados à delegacia de Pinhais, também na região de Curitiba. Ninguém ficou ferido, de acordo com a polícia.

Terror na Linha Verde

Na última quinta-feira (8), Joseildo Marcelino de Sousa, 37 anos, foi baleado na cabeça durante um arrastão a ônibus da linha Rurbana, na Linha Verde, no bairro Campo de Santana. Ele reagiu à ação ao ver a mulher ser agredida pelos assaltantes.A ação aconteceu perto da Central de Abastecimento do Paraná (Ceasa). Segundo a PM, coletivo parou para que alguns passageiros embarcassem e minutos depois disso os bandidos deram voz de assalto.

Na tarde de sábado (10), Sousa acabou morrendo no Hospital do Trabalhador. O suspeito por ter efetuado os disparos, um jovem de 19 anos, foi preso na noite de sexta-feira (9).

Onda de violência

Em 2017, uma onda de assaltos e arrastões foi verificada no transporte público de Curitiba e RMC. Em julho, um motorista foi morto durante um assalto na linha Curitiba/Jardim Paulista, enquanto em setembro uma passageira perdeu a vida durante arrastão na linha Curitiba/Campo Magro.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE