Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Carnê do IPTU de Curitiba
Carnê do IPTU de Curitiba| Foto: Arquivo/SMCS

Os setores mais afetados pela pandemia de Covid-19 ganharam um prazo adicional para realizarem o pagamento do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbano e a Taxa de Coleta de Lixo (TCL) 2022 em Curitiba. A medida, publicada em um decreto na última sexta-feira (8), alcança empreendimentos como bares, eventos, restaurantes, lanchonetes, hotéis e academias.

O decreto estende para dezembro de 2022 os prazos finais de pagamento das parcelas já vencidas em fevereiro e março, assim como daquelas que ainda vão vencer entre abril e novembro deste ano. A prorrogação é opcional, e o dono do imóvel poderá gerar uma guia única para quitação dos meses em aberto.

A medida tem potencial de atingir 3,6 mil estabelecimentos, com um impacto estimado pela Prefeitura Municipal de Curitiba em R$ 179 milhões. Não haverá cobrança de juros, multa nem atualização monetária – para a administração municipal, uma forma de acelerar a retomada do setor na cidade e movimentar a economia de Curitiba. “Foram setores que sofreram com as restrições sanitárias, que agora terão um fôlego para se reorganizar”, disse o prefeito Rafael Greca.

Quem pode ser beneficiado com a prorrogação?

  • hotéis
  • apart-hotéis
  • restaurantes e similares
  • lanchonetes
  • casas de chá, de sucos e similares
  • bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas sem entretenimento
  • casas de festas e eventos
  • atividades de condicionamento físico
  • academias de natação e hidroginástica
  • academia de artes marciais
  • academia de yoga, relaxamento, pilates e ou aperfeiçoamento pessoal
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]