Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cusqueña e Pilsen Callao são algumas das marcas que deverão pertencer à gigante do setor. | Tom Parker/Divulgação
Cusqueña e Pilsen Callao são algumas das marcas que deverão pertencer à gigante do setor.| Foto: Tom Parker/Divulgação

Os 21 bancos que vão dar apoio a maior fusão de cervejarias da história — entre os quais estão instituições como o Bank of America e o Santander — vão dividir entre eles quase meio bilhão de dólares em taxas, como mostram documentos que esboçam o acordo de US$ 75 bilhões em taxas.

Ao todo, a Anheuser-Busch InBev vai pagar US$ 457,5 milhões em encargos bancários no financiamento para a compra da SABMiller, de acordo com cálculos da Bloomberg baseados em um documento publicado na quinta-feira (12). A belgo-brasileira vai pagar ao BNP Paribas taxas adicionais de agência, segundo outro documento.

Na última quarta-feira (11), a AB InBev fez uma oferta formal de 71 bilhões de libras esterlinas, selando um acordo longamente antecipado que vai combinar as maiores cervejarias do mundo em uma companhia que vai controlar cerca de metade do lucro da indústria.

Entre os outros credores estão Barclays, BNP Paribas, Deutsche Bank e o Bank of Tokyo-Mitsubishi, mostra o documento.

Procurados pela Bloomberg, representantes da AB InBev não quiseram comentar os dados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]