i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
trabalho

Abono movimenta R$ 7,4 bi em 12 meses

  • PorDa Redação
  • 21/07/2010 21:01

Recursos

FAT tem saldo de R$ 3,2 bi no semestre

Folhapress

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou ontem que o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), cujos recursos são usados para custear o seguro-desemprego e abono salarial, fechou o primeiro semestre do ano com um saldo positivo de R$ 3,213 bilhões, uma alta de 88,15% em relação ao resultado do mesmo período do ano passado, quando acumulou R$ 1,7 bilhão.

Segundo o MTE, as contribuições de PIS/Pasep foram a principal fonte de arrecadação no primeiro semestre, acumulando R$ 13,8 bilhões (avanço de 22,64% ante os seis primeiros meses de 2009). As outras receitas somaram R$ 5,3 bilhões.

O saldo foi obtido após despesas de R$ 10,19 bilhões para o pagamento de seguro-desemprego, R$ 163,5 milhões para o custeio do abono salarial, R$ 107,9 milhões para outros projetos e atividades e mais R$ 5,5 bilhões para programas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ainda de acordo com o ministério, 3,624 milhões de trabalhadores receberam seguro-desemprego no primeiro semestre deste ano, um número 11% abaixo do registrado em mesmo período de 2009, quando 4,072 milhões foram beneficiados.

O Ministério do Trabalho e do Emprego divulgou on­­tem os números do abono salarial pago entre julho de 2009 e junho de 2010. Em todo o país, 16,3 milhões de pessoas receberam o benefício, que somou R$ 7,4 bi­­lhões, valor recorde. Se­­gundo o ministério, 96,31% dos trabalhadores com direito ao abono fizeram o saque, referente a um salário mínimo."Este recorde mostra que o benefício é um instrumento eficiente no amparo ao trabalhador. É dinheiro diretamente no bolso, que entra imediatamente na roda da economia brasileira, trazendo benefícios para todos", afirmou o ministro Carlos Lupi comemorou o número recorde do Abono Salarial. O recorde anterior foi registrado entre julho de 2008 e junho de 2009, quando 14,8 milhões de trabalhadores receberam R$ 6 bilhões.

Benefício

O abono é pago a trabalhadores cadastrados no Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Púbico (Pasep) há pelo menos cinco anos, que receberam em média até dois salários mínimos mensais no ano-base e exerceram atividade remunerada por pelo menos 30 dias do ano base.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.