i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Smartphones

Apple aumenta preços de iPhones 5s, 6 e 6 Plus no Brasil

Segundo a empresa, a alta de cerca de R$ 300 nos modelos se deve à subida do dólar

  • PorEstadão Conteúdo
  • 08/01/2015 14:35
Tamanho e design são os pontos fortes dos dois novos modelos da Apple. | Adrees Latif/Reuters
Tamanho e design são os pontos fortes dos dois novos modelos da Apple.| Foto: Adrees Latif/Reuters

A Apple esperou passar o Natal para aumentar os preços de seus smartphones no Brasil. Segundo a empresa, a alta de cerca de R$ 300 nos modelos iPhone 5S, iPhone 6 e iPhone 6 Plus se deve à alta do dólar, já que os modelos seriam importados.

O preço do modelo mais barato, o iPhone 5s de 16 GB, aumentou de R$ 2,2 mil para 2,5 mil (13,6%); enquanto o do mais caro, o iPhone 6 Plus de 128 GB, foi de R$ 4,4 mil para R$ 4,7 mil (alta de 6,8%).

O mais simples dos iPhones 6, de 4,7 polegadas, pulou de R$ 3,2 mil para R% 3,5 mil (9,3%).

Alta

Os iPhone 6 e 6 Plus chegaram ao Brasil no dia 14 de novembro. De lá para cá, o dólar passou de R$ 2,61 para R$ 2,69 (variação de 3%).

Usando-se a data de lançamento do iPhone 6 e 6 Plus nos EUA (9 de setembro), no entanto, a variação é maior: de R$ 2,28 para R$ 2,69, representando uma alta de 18%.

A principal montadora dos eletrônicos da Apple, a Foxconn, conta com fábricas no Brasil, onde faz uso de incentivos fiscais, com capacidade de produção de smartphones e tablets, desde 2011 (único território na qual está presente, além da China).

Na Rússia

O Brasil não foi o único país a sofrer reajuste de preço pela empresa.

Uma semana antes do Natal, a Apple suspendeu as vendas na Rússia em função da flutuação da moeda do país. Após a instabilidade, os eletrônicos da empresa voltaram a ser vendidos, mas 35% mais caros, a segunda correção de preço em dois meses no país.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.