i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Campanha salarial

Bancários dão início à temporada de paralisações

Aumento de salário e mais segurança estão entre as reivindicações dos trabalhadores, que não divulgaram onde vão ocorrer as manifestações hoje

  • PorIsadora Rupp
  • 22/09/2008 21:59
No bairro Portão, em Curitiba, 12 agências ficaram fechadas por mais de uma hora . | Divulgação
No bairro Portão, em Curitiba, 12 agências ficaram fechadas por mais de uma hora .| Foto: Divulgação

Os cerca de 17 mil bancários de Curitiba e região metropolitana prometem paralisações diárias nas agências durante toda a semana. A classe está em campanha salarial, e deixará agências fechadas em sinal de protesto, para que suas reivindicações sejam atendidas. Ontem, o atendimento parou por mais de uma hora em 12 agências bancárias no bairro Portão. Hoje, dia em que haverá negociação específica com o Banco do Brasil, o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Metropolitana não divulgou os locais ou agências que ficarão fechados. Amanhã, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) apresentará uma contra-proposta aos trabalhadores.

As negociações começaram na semana passada e, de acordo com o sindicato, os pedidos não foram acatados pela Febraban. Os bancários pedem um reajuste salarial de 13,23% (5% de aumento real mais a reposição da inflação), participação nos lucros, com pagamento de três salários do trabalhador mais R$ 3,5 mil fixos, e aumento progressivo em três anos do piso salarial, que passaria dos atuais R$ 983 para R$ 2.072. O valor foi estipulado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

A contratação de mais funcionários é outra solicitação dos bancários. "Acompanhamos filas quilométricas em todas as unidades. Há sobrecarga de trabalho, o que gera um atendimento ruim", destaca o presidente do sindicato, Otávio Dias. A categoria discute ainda mais segurança nas agências, e propõe a instalação de portas giratórias na entrada dos bancos e um sistema de câmeras interligadas em tempo real com a polícia. "Há dois anos os banqueiros não querem falar sobre o assunto. O número de assaltos só aumenta e nossa segurança está comprometida", ressalta o presidente.

Na tarde de ontem, Dias participou de audiência no Ministério Público do Trabalho para exigir a colocação de portas giratórias com detectores de metais em todas as agências bancárias do Paraná. De acordo com o sindicato, o Unibanco e o Bradesco – bancos que não têm detectores em algumas de suas agências – terão dez dias para apresentar um cronograma de instalação do mecanismo.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Febraban informou que está em processo de negociação, mas que nem todas as propostas serão atendidas. Isso porque a pauta de reivindicação dos bancários tem mais de 100 cláusulas – seria necessário, segundo a Federação, resumir o texto para um melhor entendimento com os trabalhadores.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.