Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A BMW convocou nesta segunda-feira (13) o recall de 1.362 motocicletas dos modelos BMW K 1200 S, K 1200 R, K 1200 GT, K 1300 S, K 1300 R e K 1300 GT, fabricadas entre setembro de 2004 e setembro de 2010.

O motivo é possibilidade de ruptura da alavanca de acionamento do amortecedor traseiro e consequente travamento da roda traseira contra o para-lama, o que pode causar acidentes.

Veja os chassis dos veículos envolvidos:

Modelo K1200GT numeração de chassis: de ZN71658 até ZN74993Modelo K1200GT numeração de chassis: de ZU95589 até ZU97506Modelo K1200R numeração de chassis: de ZN10683 até ZN22949Modelo K1200R numeração de chassis: de ZV77387 até ZV79411Modelo K1200S numeração de chassis: de ZL90512 até ZL99911Modelo K1200S numeração de chassis: de ZR80112 até ZR89899Modelo K1200S numeração de chassis: de ZU42518 até ZU43531Modelo K1200S numeração de chassis: de ZW14829 até ZW16232Modelo K1300GT numeração de chassis: de ZW00176 até ZW06302Modelo K1300R numeração de chassis: de ZV77278 até ZV82433Modelo K1300S numeração de chassis: de ZV65265 até ZV72789

A fabricante informa que, até o momento, nenhum acidente foi registrado no Brasil ou outro país devido à falha, mas, preventivamente, fará a substituição da alavanca do amortecedor e de eventuais peças correlatas. Segundo a BMW Motorrad, a duração do serviço é de aproximadamente 1 hora.

O agendamento e mais informações podem ser obtidos pelo telefone 0800-707-3578 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h) e também no site da BMW Motorrad Brasil (www.bmw-motorrad.com.br). Os clientes também serão convocados por meio de cartas.A Fundação Procon-SP diz que, por se tratar de possibilidade de acidente com risco à saúde e segurança dos usuários e de terceiros, o atendimento ao consumidor deve ser de imediato. O recall envolve os modelos adquiridos da concessionária ou de pessoa física e não há prazo limite para atendimento à campanha. Se o consumidor tiver qualquer dificuldade para efetuar o reparo/substituição, deve procurar um órgão de defesa do consumidor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]