i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Varejo

Brasileiros já compram mais pela internet do que em lojas físicas

Pesquisa da PwC mostra que apenas 3,4% dos consumidores nunca compraram online

    • São PAULO
    • Agência O Globo
    • 01/03/2016 16:18
    Consumidores preferem pesquisar produtos eletrônicos pela internet, reduzindo a frequência em  lojas físicas. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
    Consumidores preferem pesquisar produtos eletrônicos pela internet, reduzindo a frequência em lojas físicas.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

    O número de brasileiros que compram online mensalmente superou o dos que consomem em lojas físicas. É o que mostra levantamento Total Retail 2016, da PwC, divulgado nesta terça-feira (1º). De acordo com a pesquisa, que entrevistou 22 mil pessoas, 38,2% dos brasileiros têm o hábito de fazer compras online todos os meses contra 30,9% que declaram comprar em lojas físicas com a mesma frequência. Somente 3,4% dos consumidores entrevistados nunca adquiriram produtos em sites.

    O computador ainda é o meio preferido no Brasil e no mundo para realizar compras online: 34,4% dos brasileiros declaram usá-lo para adquirir produtos mensalmente, enquanto 15,8% fizeram uso de tablets e 15,3% disseram usar smartphones.

    “Para os brasileiros, o preço é o fator determinante na preferência por compras online”, disse Ricardo Neves, sócio da Pwc, detalhando que 53,8% dos entrevistados compraram em sites nos últimos 12 meses justamente por causa do menor preço em relação às lojas físicas.

    Preferências

    O levantamento mostra também que para 41,6% dos consumidores a conveniência é o principal motivo para a realização de compras online. O preço aparece ainda como principal fator na escolha dos varejistas favoritos dos brasileiros. Para 58,7% dos entrevistados, um bom preço é o que mais pesa na hora de decidir onde comprar, seguido pela confiança na marca do produto, citada por 44,6%.

    A respeito do hábito de pesquisar produtos antes de efetuar a compra, a pesquisa mostra que para adquirir itens como eletroeletrônicos, livros, cosméticos e artigos esportivos o consumidor prefere fazer pesquisas em lojas online. Já em vestuário, supermercado, materiais de construção e decoração a maior parte das pesquisas é feita em lojas físicas.

    Meio de pagamento

    Os modos de pagamento preferidos pelos consumidores também foram levantados pela pesquisa. O cartão de crédito aparece como o meio de pagamento mais usado no Brasil, sendo citado por 78,5% dos entrevistados. Em seguida, aparece dinheiro, usado por 59,2% dos brasileiros, e cartão de débito (53,7%). Nos demais países, o método mais usado é o pagamento em dinheiro (74,7%), seguido por cartão de crédito e cartão de débito (58,2% e 56,9%, respectivamente).

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.