• 25/09/2019 12:33
Indústria tabagista

Em meio à crise do cigarro eletrônico, Philip Morris e Altria desistem de fusão

  • 25/09/2019 12:33
    • The Washington Post
    Em meio à crise do cigarro eletrônico, Philip Morris e Altria desistem de fusão
    | Foto: Pixabay

    A Philip Morris International e a Altria Group decidiram não continuar com as negociações para uma possível fusão entre os dois grupos. "Embora acreditássemos que a criação de uma nova empresa resultante da fusão tivesse o potencial de criar sinergias incrementais de receita e custo, não conseguimos chegar a um acordo", disse Howard Willard, presidente e diretor executivo da Altria. Tanto ele, quanto o CEO da Philip Morris, André Calantzopoulos, disseram que as empresas se concentrarão no lançamento de um dispositivo para o tabaco aquecido Iqos, nos Estados Unidos.

    Quando anunciado, o acordo chegou a incrementar as ações de ambas as empresas. A Philip Morris viu suas receitas aumentarem 7%, enquanto a Altria subiu cerca de 2%. As negociações criariam um grupo com valor de mercado de aproximadamente US$ 200 bilhões.

    A interrupção das conversas acontece em meio a uma crise dos cigarros eletrônicos, considerados culpados por pelo menos sete mortes. Há alguns anos, ambas as empresas têm investido na estratégia de substituição do cigarro tradicional por cigarros eletrônicos.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.