• 11/12/2019 19:04
EUA

Fed ignora apelos de Trump e não prevê cortes na taxa de juros em 2020

  • 11/12/2019 19:04
    • The Washington Post
    Donald Trump
    O presidente dos EUA, Donald Trump.| Foto: MANDEL NGAN/AFP

    O banco central americano Federal Reserve apertou o botão de pausa nesta quarta-feira (11), decidindo manter as taxas de juros inalteradas por enquanto e sinalizando que não há planos de corte em 2020. É má notícia para o presidente dos EUA, presidente Donald Trump, que pediu repetidamente que as taxas fossem reduzidas, mas o Fed diz que a economia do país está em bom estado e e não precisa de impulso extra.

    O Fed reduziu a taxa de juros em julho, setembro e outubro, em um esforço para acalmar os medos da recessão em Wall Street e combater o impacto negativo da guerra comercial de Trump. Atualmente, a taxa de juros de referência dos EUA está em 1,75%, abaixo dos quase 2,5% de um ano atrás.

    Os líderes do Fed preveem que a economia norte-americana crescerá 2% no próximo ano, um rebaixamento dos 2,2% neste ano e 2,9% em 2018. Durante meses, o Fed enfatizou que havia muitos "ventos contrários" e "incertezas" sobre as perspectivas econômicas, mas não há mais menção a isso no comunicado oficial divulgado agora, uma indicação de que o banco central dos EUA acredita que houve fortalecimento da economia.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.