• 05/01/2021 07:45
Setor automotivo

Venda de veículos fecha 2020 com queda de 26,2%

  • 05/01/2021 07:45
    • Estadão Conteúdo
    Fila de veículos
    | Foto: Marcelo Elias/Arquivo/Gazeta do Povo

    O mercado automotivo encerrou 2020 amargando o maior tombo em cinco anos. Mesmo assim, com o pico em 12 meses apresentado em dezembro, as vendas de veículos novos no país acabaram sendo melhores do que o volume previsto pelas montadoras.

    Entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus, o total emplacado no ano passado foi de 2,06 milhões de unidades – montante 26,2% abaixo das vendas de 2019. É o pior desempenho desde 2015, quando a queda do setor, em meio à recessão brasileira, chegou a 26,6%. A Associação nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), entidade que representa os fabricantes, porém, tinha uma previsão ainda pior, de que o mercado fecharia o ano em 1,92 milhão de unidades (-31%).

    O resultado final de 2020 teve a contribuição positiva de dezembro, mês em que as concessionárias entregaram 244 mil veículos – o melhor resultado nos 12 meses do ano passado. Na comparação com novembro, que era o recorde do ano, as vendas subiram 8,4%. Apesar disso, o consumo continuou abaixo dos números do ano anterior: queda de 7,1% em relação aos emplacamentos de dezembro de 2019.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.