i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cidadania

Campanha de trânsito envolve todos os veículos do Grupo RPC

Iniciativa pretende reduzir violência nas ruas do estado, e vai envolver várias áreas da empresa, como marketing e jornalismo

  • PorCinthia Scheffer
  • 02/07/2009 21:10
Selo da campanha acompanha peças publicitárias e material editorial que serão veiculados em rádios, jornais, tevê e internet | Imagens: Divulgação
Selo da campanha acompanha peças publicitárias e material editorial que serão veiculados em rádios, jornais, tevê e internet| Foto: Imagens: Divulgação
  • Campanha na década de 1990 relacionava o comportamento dos motoristas no trânsito com figuras de animais. Será que a coisa mudou?

O slogan "Trânsito. Respeito ou Morte. Você escolhe o caminho" vai fazer parte da vida dos paranaenses pelos próximos dois meses. A campanha, criada pela Rede Paranaense de Comunicação (RPC) com objetivo de conscientizar a população sobre a responsabilidade dos motoristas e a violência no trânsito decorrente do uso de álcool e excesso de velocidade, já está nas ruas.

Todos os veículos da RPC estarão envolvidos na campanha, não só na veiculação de peças publicitárias, mas também com ampla cobertura editorial sobre o assunto. Com o empenho de várias das suas áreas, a empresa quer mobilizar a sociedade para uma mudança de comportamento.

"A proposta surgiu dentro da redação do jornalismo da RPC TV e toda a empresa abraçou a causa. É uma campanha de toda a empresa, com forte cobertura editorial dos veículos da RPC e uma forte campanha de marketing para dar ainda mais força para o tema", explica a diretora de marketing corporativo do grupo RPC, Milena Seabra. "Quando está na direção, o motorista tem uma arma na mão. Queremos passar a ideia de que a combinação de álcool e velocidade tem sempre consequências graves."

A campanha publicitária, desenvolvida pela Heads Propaganda, terá duração de dois meses e está dividida em fases. Ao todo, serão veiculados cerca de 30 anúncios nas páginas da Gazeta do Povo, além de spots nas rádios 98 FM e Mundo Livre e banners no portal www.rpc. com.br. A RPC TV também vai exibir peças de quatro temas diferentes até o fim de agosto, além de apresentar histórias reais de vítimas de acidentes de trânsito.

Durante o período da campanha, realizada em parceira com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) e a Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran), também serão realizadas ações de fiscalização e blitze na cidade.

Bons exemplos

"Uma boa campanha, que realmente tenha impacto na sociedade, é composta por este tripé: publicidade, ações de engenharia de tráfego e fiscalização", defende o publicitário Paulo Vítola. Ele esteve à frente de uma das campanhas mais bem sucedidas no que diz respeito à mudança de comportamento dos motoristas: a "Cidadão em Trânsito", criada pela OpusMúltipla para a prefeitura de Curitiba. Na época, Vítola era diretor de criação da agência.

O "rato", a "anta" e a "perua" que ilustravam a campanha ficaram famosos não só na cidade, que também vivia a implantação de um novo Programa de Trânsito, mas em todo resto do país. "A população realmente comprou a ideia. As crianças, principalmente, se identificaram com a brincadeira, que tinha um objetivo muito sério", lembra Vítola. O resultado se refletiu em números – segundo dados da BPTran, entre 1997 e 1998 houve uma queda de 60% nas infrações ligadas à campanha (bloqueio de cruzamentos, ultrapassagem em sinal vermelho e estacionamento em fila dupla).

Também na década de 90, o Correio Braziliense ajudou, com uma campanha institucional, a melhorar o trânsito em Brasília, considerado caótico. O movimento chegou a levar 20 mil pessoas às ruas da capital, em uma passeata pedindo paz no trânsito.

A própria RPC já tem em sua história outras campanhas de sucesso, como a luta pelos pagamento de royalties de Itaipu para as cidades do Oeste do Paraná que tiveram terras alagadas com a construção da usina hidrelétrica. Uma outra iniciativa da Gazeta do Povo contribuiu para a instalação de equipamentos mais modernos no Aeroporto Internacional Afonso Pena.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.