Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os depósitos em caderneta de poupança superaram as retiradas de recursos em R$ 4,84 bilhões no mês de setembro, informou nesta quarta-feira (6) o Banco Central. Segundo a instituição, este é o maior ingresso para um mês de setembro desde o início da série histórica, em 1995, e a segunda maior entrada de recursos na modalidade de investimentos deste ano, sendo superada apenas pelo ingresso de julho (R$ 6,83 bilhões).

Segundo dados do Banco Central, os depósitos em caderneta de poupança somaram R$ 99,46 bilhões em setembro, ao mesmo tempo em que as retiradas de recursos totalizaram R$ 94,62 bilhões. Os rendimentos creditados nas contas dos poupadores, por sua vez, somaram R$ 1,93 bilhão no mês passado e o saldo total de recursos aplicado na poupança avançou para R$ 360 bilhões. No fim de agosto, o saldo estava em R$ 353 bilhões.

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, ainda segundo dados do Banco Central, a caderneta de poupança registrou uma captação líquida (depósitos menos retiradas) de R$ 25,74 bilhões, o que também representa novo recorde histórico da série que tem início em 1995. Até o momento, o maior valor captado neste período do ano havia sido registrado em 2007, quando houve o ingresso de R$ 19,71 bilhões na tradicional modalidade de investimentos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]