O dia foi de tranqüilidade no câmbio. As cotações oscilaram entre a mínima de R$ 2,169 e a máxima de R$ 2,184. O Banco Central realizou leilão de compra de divisas no mercado à vista, com corte a R$ 2,175. Essas operações foram destaque no mês de julho. No período, a moeda norte-americana acumula valorização de 0,46% – ou R$ 0,01. Segundo especialistas, não fosse a atuação do BC – que tem adquirido diariamente pequenos volumes, entre US$ 200 milhões a US$ 300 milhões, em média –, as cotações já estariam abaixo de R$ 2,10.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]