A Copel viu seu lucro líquido cair 14,5% no terceiro trimestre na comparação anual, a R$ 233,4 milhões de reais, segundo balanço divulgado ontem. O resultado é explicado pelo crescimento de 57,3% nos custos com compra de energia para revenda e pelo aumento no custo com gás natural e insumos para operação de gás em razão do despacho da Usina Termelétrica (UTE) Araucária. No início de novembro, a empresa anunciou alta de 6,5% no total consolidado de energia vendida no terceiro trimestre, para 10.665 gigawatts-hora. A receita operacional líquida encerrou setembro em R$ 3,3 bilhões, um avanço de 45,8% sobre o mesmo período de 2013. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 496 milhões, um avanço de 7%.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]