i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
aviação

Companhia aérea passa a oferecer champanhe na classe econômica

Vista como formadora de tendência no setor, Singapore Airlines tenta acompanhar ritmo da concorrência

    • Agência O Globo
    • 14/05/2015 22:17
    Companhia é conhecida por oferecer opções inusitadas para os passageiros, como cama de casal, videogame e até colchão | Divulgação/Singapore Airlines
    Companhia é conhecida por oferecer opções inusitadas para os passageiros, como cama de casal, videogame e até colchão| Foto: Divulgação/Singapore Airlines

    Você quer mais do que um assento básico na classe econômica de uma companhia aérea? A Singapore Airlines está vendendo uma nova versão econômica premium: por uma tarifa um pouco mais alta do que a da classe econômica padrão, você receberá champanhe, diversas opções de vinhos e refeições, uma TV maior e assentos que chegam a ter quatro centímetros a mais de largura.

    Normalmente vista como formadora de tendência no setor – foi a primeira companhia a colocar cama de casal, colchão e edredom em um voo comercial, em 2007 –, a Singapore Airlines agora está tentando acompanhar o ritmo da concorrência. Novos assentos e outras ofertas são fundamentais para que a linha aérea se mantenha à frente das concorrentes regionais, como Cathay Pacific Airways e Qantas Airways.

    No setor de alta gama, as companhias do Oriente Médio estão oferecendo chuveiro e mordomo aos passageiros da classe executiva, enquanto as empresas aéreas mais acessíveis estão atraindo os clientes com tarifas mais baratas.

    “Historicamente, a Singapore Airlines descobriu um modo de fazer com que as coisas funcionem com tudo o que ela lança”, disse Mohshin Aziz, analista da Malayan Banking em Kuala Lumpur, que recomenda manter as ações da companhia aérea. A classe econômica premium “oferece margens maiores e melhor lucratividade para a empresa, por isso vai ter um impacto positivo nos resultados finais”.

    A Singapore Air informou nesta quinta-feira (14) que a renda líquida nos 12 meses até 31 de março cresceu para US$ 279 milhões, ficando atrás da média de estimativas de 17 analistas compiladas pela Bloomberg.

    Internet sem fio é o pior serviço ofertado no Afonso Pena

    Qualidade do sinal wi-fi no aeroporto de Curitiba deixa bastante a desejar, segundo pesquisa da Secretaria de Aviação Civil

    Leia a matéria completa

    Londres e Nova York

    A companhia aérea está modernizando 19 aeronaves A380, da Airbus Group NV, e 19 aviões 777-300ER, da Boeing, a fim de incluir diversas dezenas de assentos para a classe econômica premium. A empresa também colocará os assentos maiores nos 20 aviões A350 que vai receber a partir do começo de 2016. O novo serviço será lançado no dia 9 de agosto em um voo com destino a Sidney.

    No início do próximo ano, o serviço econômico premium estará disponível em voos para Pequim, Londres, Tóquio, Nova Délhi, Frankfurt e Nova York, entre outros destinos.

    “A intervenção da Singapore Air com um produto premium para a classe econômica chegou no momento ideal”, disse Mark Martin, CEO da Martin Consulting, firma de consultoria em aviação. “Isso vai funcionar muito bem com uma das maiores comunidades da Ásia, os passageiros da classe trabalhadora e os funcionários administrativos que estão dispostos a pagar um pouco mais pelo serviço.”

    Singapure Girl

    A Singapore Air tem um histórico de defender os passageiros da classe econômica. Famosa por suas campanhas publicitárias “Singapore Girl”, a empresa foi a primeira a oferecer bebidas alcoólicas gratuitas aos passageiros dessa classe na década de 1970, contrariando as regulações da Associação Internacional de Transportes Aéreos vigentes na época.

    Em outubro de 2007, a companhia foi a primeira a realizar voos comerciais com os superjumbos Airbus A380.

    Agora a situação se inverteu e as concorrentes atualizaram mais rapidamente suas próprias ofertas para a classe econômica. A Qantas, com sede em Sidney, lançou uma oferta de classe econômica premium em 2008 e a Cathay Pacific, com sede em Hong Kong, seguiu pelo mesmo caminho quatro anos depois.

    Uma passagem da classe econômica premium da Singapore para o voo inaugural a Sidney custa a partir de US$ 1.430, US$ 265 a mais do que o assento mais caro da classe econômica padrão, de acordo com o site da empresa. No futuro, a companhia aérea poderá cobrar de 50% a 100% a mais pela passagem da econômica premium do que pela econômica padrão, disse Mohshin.

    Lançar a classe econômica premium poderia ajudar a Singapore Air a reduzir cerca de 1,5% de sua capacidade até janeiro de 2016, de acordo com a CAPA Centre for Aviation, uma consultoria independente. Grande parte do salto esperado nos lucros do próximo ano virá da redução dos gastos com combustível.

    “Em teoria, os rendimentos e taxas de ocupação da classe econômica também deveriam melhorar, pois a Singapore Airlines venderá menos assentos das classes com as tarifas mais baixas”, disse a CAPA em um relatório de fevereiro.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.