182209

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Compra de parte da Avianca Brasil pela Azul pode levar até um ano

aviação comercial

Compra de parte da Avianca Brasil pela Azul pode levar até um ano

Com os ativos da Avianca, a Azul pode se tornar a segunda maior companhia do país

  • Estadão Conteúdo
Proposta da Azul  para a compra  de ativos da Avianca Brasil foi feita no último dia 11 de março; | Divulgação
Proposta da Azul para a compra de ativos da Avianca Brasil foi feita no último dia 11 de março; Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A potencial integração entre a Azul e parte das operações da Avianca Brasil, em recuperação judicial, que a empresa de David Neeleman pretende adquirir, deve demorar entre seis meses e um ano após a aprovação do negócio. Com os ativos da Avianca, a Azul pode se tornar a segunda maior companhia do país.

A estimativa é de John Peter Rodgerson, presidente da Azul. “Gostaria de seis meses para fazer uma ‘família Azul’, mas a expectativa é de até 12 meses”, disse.

Para o negócio ser concluído, as empresas ainda precisam superar várias etapas, incluindo a aprovação dos credores da Avianca e das autoridades reguladoras brasileiras, que é estimado em três meses.

+LEIA TAMBÉM: Depois de acidentes, Boeing suspende entrega do 737 MAX

Rodgerson minimizou a preocupação de especialistas quanto ao aval a ser dado para o modelo de operação. “O que estamos fazendo é o que outros fizeram, o que a Gol fez com a Varig”, afirmou. “Não estou comprando slot (autorização de pousos e decolagens), mas uma empresa que está operando slot.”

Ele também confirmou que Azul está disposta a antecipar até US$ 40 milhões para ajudar a Avianca. Ele admitiu que “um pouquinho” de recursos já foi repassado, por intermédio do juiz da recuperação judicial, mas não revelou o total.

+LEIA TAMBÉM: Embraer fecha 2018 com primeiro prejuízo em mais de dez anos

Executivos da Azul salientam que a adaptação completa da frota deve levar mais tempo. A companhia estima investimento de US$ 130 milhões na reconfiguração e pintura dos aviões e treinamento de equipes.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>