i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
FGV

Confiança do setor de construção recua 12,3%

Resultado é o pior da série nesta base comparativa

  • PorEstadão conteúdo
  • 25/09/2014 05:46

O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 12,3% no trimestre terminado em setembro ante igual período do ano passado, divulgou a instituição nesta quinta-feira, 25. O resultado é o pior da série nesta base comparativa. Nos meses anteriores, as variações haviam sido negativas em 9,9%, em agosto, e em 10,3%, em julho.

De acordo com a FGV, na análise trimestral, a evolução desfavorável do ICST se deve à deterioração da percepção sobre a situação atual dos negócios no setor, pois o Índice de Situação Atual (ISA) passou de -5,5% em agosto para -9,7% em setembro. Já o Índice de Expectativas (IE) variou -14,5% em setembro, abaixo dos -13,5% em agosto, na mesma base de comparação.

Considerando a relação interanual mensal, a piora do ICST foi ainda mais significativa. A variação do ICST foi de -16,1% em setembro de 2014, ante -8,4% em agosto e -12,4% em julho. Nesta base comparativa, tanto o ISA quanto o IE também apresentaram piora: a variação do primeiro foi de -4,3% em agosto para -15,1% em setembro e a do segundo passou de -11,7% para -16,8%, no mesmo período.

Dos 11 segmentos pesquisados, sete registraram evolução desfavorável da confiança, considerando as leituras interanuais trimestrais entre agosto e setembro. Os destaques negativos foram os segmentos de Obras Viárias (de -8,9% para -13,2%); Obras de Arte Especiais (de -11,5% para -14,9%); e Obras de Montagem (de 9,4% para 6,1%).

A FGV também explicou que a piora relativa do ISA em setembro foi influenciada pelo quesito que mede a evolução recente da atividade, que foi de -6,0%, em agosto, para -11,3%, em setembro na variação internanual trimestral. Já o quesito que mede o grau de otimismo com a demanda para os próximos três meses foi o que exerceu maior influência negativa sobre o IE. A variação interanual trimestral deste quesito passou de -14,4% em agosto para -14,9%, em setembro.

Ana Castelo, coordenadora de projetos da construção da FGV/IBRE, destaca outro ponto negativo aferido no índice. "Pela primeira vez tem-se mais empresas assinalando redução de trabalhadores do que aumento, o que deve repercutir no mercado de trabalho nos próximos meses", comentou, em nota.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.