i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Abac

Consórcios movimentam R$ 33,8 bilhões em 7 meses, diz associação

Aumento é de 33,1% sobre o mesmo período do ano passado. Maior crescimento foi observado no segmento de eletrodomésticos

  • PorG1/Globo.com
  • 15/09/2010 09:29

O sistema de consórcios no país registrou cerca de R$ 33,8 bilhões em negócios no período acumulado de janeiro a julho deste ano, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (15) pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). O valor é 33,1% maior que o volume registrado nos sete primeiros meses do ano passado, R$ 25,4 bilhões.

As vantagens estão na inexistência de juros e no parcelamento integral", disse"Paulo Roberto Rossi, presidente-executivo da Abac

O maior crescimento no volume de negócios nos sete primeiros meses do ano em relação ao mesmo período do ano anterior foi o do segmento que oferece cotas para a compra de eletroeletrônicos e outros bens móveis: 105,9%. Segundo a Abac, os consumidores passaram a contratar cotas de maior valor, justificando o resultado.

No acumulado de janeiro a julho de 2009, a soma chegou a R$ 91,4 milhões. Neste ano, no mesmo período, o total ultrapassou R$ 188,2 milhões.

O setor de veículos leves, que compreende automóveis, utilitários e camionetas, registrou uma alta de 50%. No ano passado, de janeiro a julho, o volume atingiu R$ 7,8 bilhões. Neste ano, chegou a R$ 11,7 bilhões.

Em relação ao setor de imóveis, o aumento foi de 23,2%. O volume passou de R$ 9,5 bilhões, de janeiro a julho de 2009, para R$ 11,7 bilhões, nos sete primeiros meses deste ano.

Os consórcios de serviços também mostraram crescimento e triplicaram o volume de novos negócios, passando de R$ 6,3 milhões (de janeiro a julho de 2009) para R$ 19,2 milhões (de janeiro a julho deste ano).

O presidente-executivo da Abac, Paulo Roberto Rossi, atribui esses aumentos às vantagens que esse tipo de financiamento tem, na sua opinião. "A justificativa está na relação entre custo e benefício existente entre uma compra de um automóvel, imóvel, eletroeletrônico ou serviço feita pelo consórcio em relação àquelas realizadas por outros mecanismos de compra parcelada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.