Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Torres de alta tensão no Norte do Paraná: na Região Sul, aumento foi de 7,3% | Dirceu Portugal/ Gazeta do Povo
Torres de alta tensão no Norte do Paraná: na Região Sul, aumento foi de 7,3%| Foto: Dirceu Portugal/ Gazeta do Povo

Ex-Ibama confirma pressão Brasília

O ex-coordenador-geral de Infraestrutura de Energia Elétrica do Ibama, Leozildo Tabajara da Silva Benjamin, confirmou ontem que um dos motivos que o levaram a pedir demissão do cargo foi a pressão interna do governo para que o órgão ambiental agilizasse a emissão da licença prévia do projeto da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). "Estava havendo pressão, como em qualquer empreendimento.

Leia a matéria completa

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) registrou alta de 7,5% na carga de energia em novembro de 2009 na comparação com igual mês de 2008, para 56.274 megawatts (MW) médios. Esse volume é o mais elevado dos últimos dois anos. Em relação a outubro de 2009, a expansão foi de 4,6%. "A taxa de crescimento da carga do mês de novembro em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando foram observados os primeiros reflexos da crise na carga de energia, consolida a retomada do crescimento da produção industrial", informou o operador, em boletim. A carga é o consumo de energia no país incluindo as perdas do sistema.Apesar da recuperação, o ONS apurou uma ligeira retração de 0,2% na carga no acumulado de janeiro a novembro de 2009 ante igual intervalo de 2008. No acumulado de 12 meses encerrados em novembro deste ano, a carga de energia ainda apresenta queda de 0,5%. De acordo com o ONS, o forte consumo no mês passado foi puxado pela demanda interna das famílias (residencial e comercial), que se intensificou "com a ocorrência de temperaturas acima da média para essa época do ano". A incorporação de 400 MW médios do Acre e Rondônia ao Sistema Interligado Nacional (SIN) contribuiu com 0,8 ponto porcentual na taxa de crescimento.

Regiões

Entre as regiões do país, o ONS registrou crescimento de 9,7% na carga no Sudeste/Centro-Oeste em novembro de 2009 ante igual mês do ano passado e expansão de 5,5% em relação a outubro. Segundo o operador, essa alta está relacionada à recuperação da atividade econômica da região, já que o Sudeste concentra a maior parte das indústrias brasileiras.

No Sul, a expansão da carga foi de 7,3% em novembro passado, em relação a igual mês de 2008 e de 6,5% na comparação com outubro deste ano. A região foi influenciada pelo crescimento do consumo residencial e comercial, em função da ocorrência de altas temperaturas e da retomada da produção industrial de alguns setores voltados ao mercado interno. No Nordeste, o aumento da carga entre novembro de 2008 e o mês passado foi de 2,9%, segundo o operador. A Região Norte foi a única que registrou retração, de 0,7%.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]