i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Contabilistas fazem passeata e quebram pratos durante protesto

Os manifestantes pedem uma prorrogação no prazo de adesão das pequenas e microempresas ao Supersimples

  • PorAdriano Kotsan - Gazeta do Povo Online
  • 30/07/2007 10:02
 |
| Foto:

Contabilistas realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (30), no Centro de Curitiba, contra o prazo de adesão das pequenas e microempresas ao Supersimples. O prazo de adesão termina na terça-feira (31). A manifestação foi organizada pelo Sindicato dos Contabilistas de Curitiba (Sicontiba) e pela Federação dos Contabilistas do Paraná (Fecopar). O protesto começou às 10h e terminou por volta das 12h.

Aproximadamente 100 contabilistas participaram da mobilização, que teve uma passeata da Boca Maldita até a Praça Santos Andrade. Os manifestantes caminharam por todo o calçadão da Rua XV de Novembro, com camisetas estampadas com a frase "Contabilista não é escravo".

Na Praça Santos Andrade foram quebrados cerca de 40 pratos como forma de protestar contra o prazo de adesão ao Supersimples. Os pratos quebrados foram doados por Luciano Bartolomeu, diretor nacional de expansão e desenvolvimento da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes. Depois de quebrar os pratos, os contabilistas foram para frente da Receita Federal, próximo à Praça Santos Andrade.

Um caminhão de som ficou parado ao lado da Receita Federal e os líderes da manifestação fizeram discursos. De acordo com o presidente da Fecopar, Antônio Carlos Doro, o Supersimples é uma lei que veio para beneficiar a pequena e microempresa num sistema simplificado de pagamento, porém, houve certo equívoco na migração do Simples Nacional para a atual legislação.

"A confusão está em função da integração dos cadastros dos municípios com o Estado e a União. Isso pode deixar milhares de empresas fora do prazo de adesão, que termina amanhã (terça-feira)", explicou Doro.

"Nós contabilistas estamos preocupados com o prazo. Nos deram 30 dias, o que é extremamente curto. Estamos pedindo junto às autoridades um prazo maior, que atenda as necessidades. É um trabalho enorme que tem que ser feito", afirmou Doro, pouco antes do protesto, em entrevista ao Bom Dia Paraná.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.