| Divulgação
| Foto: Divulgação

A partir de março, a Positivo Informática começa a explorar o mercado de cartões pré-pagos de jogos e softwares por download, ainda novo no Brasil. O primeiro passo foi a parceria com a InComm, líder em vendas de produtos pré-pagos e processo inovador de transações. A diretora da área de operações da divisão de tecnologia educacional da Positivo Informática, Elaine Guetter (foto), disse ao repórter Carlos Guimarães que o produto estará em oito mil pontos de venda. A parceria também apresenta futuras oportunidades de expansão.

O que motivou a empresa a apostar nesse mercado?

Nos Estados Unidos, o mercado de cartões pré-pagos de jogos e softwares por download é comum, enquanto aqui ainda não. As pessoas têm dificuldade em conseguir acesso ao sistema. Muitas nem tentam, por saber das dificuldades. Com essa parceria, o consumidor não vai ter problema na compra.

Como vai funcionar o serviço ao público?

Será um serviço customizado. Basta ir a uma das lojas e adquirir o cartão pré-pago com código. Daí, é só acessar o site escolhido e baixar o jogo ou conteúdo. Serão várias opções, desde comprar pontos que permitem jogar durante algumas horas até o download permanente de conteúdo.

E para os varejistas, quais são as vantagens?

Qualquer varejo está habilitado a oferecer o produto. O proprietário receberá porcentual das vendas. E, como é um produto pequeno, não irá ocupar muito espaço no estabelecimento, será possível expor várias opções. O negócio é novo e será muito interessante para os varejistas.

A novidade deve chamar a atenção de outros setores?

Com o aumento das vendas, as empresas especializadas vão começar a desenvolver conteúdo para comercializar. Também deve aumentar o número de varejistas interessados em ser ponto de venda. É uma excelente perspectiva para nossos parceiros de desenvolvimento de conteúdo e para novos parceiros varejistas.

A parceria com a InComm terá desdobramentos futuros?

Inicialmente, a parceria reforça o posicionamento da Positivo Informática como fornecedora de soluções inovadoras e possibilita acréscimo nos negócios de seus revendedores. Além disso, valoriza o nosso mix de produtos. A intenção é explorar futuras oportunidades de expansão.

* * * * *

Luxo na gôndola

Curitiba era cidade de um único grande shopping há 20 anos. Por isso, os passeios de fim de semana se distribuíam entre as lojas do Mueller e as gôndolas de alguns hipermercados. A proliferação de centros de compras enormes e sofisticados roubou clientes dos mercados por algum tempo. Mas eles já voltaram à concorrência do lazer ligado às compras. Além da variedade de produtos – alguns vendem até móveis –, os supermercados incorporaram conveniências e pequenos luxos ao seu mix.

É dentro desse conceito que a rede Condor abre na terça-feira para o público a loja da Avenida Água Verde. E adiciona novidades para o mercado paranaense, como o sistema de etiquetas eletrônicas de preços instalado nas gôndolas. A tecnologia é francesa e promete eliminar o erro na leitura do preço de cada item. O Condor chega às 30 unidades e aos 7 mil funcionários com essa inauguração.

Prêmios de Natal

Em dois dias de divulgação, a campanha "Magia do Natal", da Associação Comercial do Paraná, atraiu 1,3 mil lojistas de Curitiba. As ações para estimular as vendas do varejo de rua incluem o sorteio de um carro e muitos outros prêmios para cupons obtidos a cada R$ 50 em compras nas lojas participaes.

Sem medo

A rede de supermercados Extra não parece ter se assustado com as recentes medidas de restrição ao crédito. Tanto que prevê alta de 30% nas vendas de eletroeletrônicos no Natal. Entre os motivos para otimismo, estão a queda do preço médio dos produtos mais desejados, como tevês (até 20% mais baratas que há um ano) e computadores (-15%). Além do aumento da procura por tevês de led, outra característica deste fim de ano é a preferência por computadores portáteis. Notebooks e netbooks, que no ano passado responderam por metade dos negócios, desta vez devem abocanhar 70% das vendas de computadores.

Cavalos de força

Pela primeira vez, o Jockey Club do Paraná recebe um público interessado não em cavalos, mas em automóveis. Se bem que os cavalinhos estão lá, numa exposição de animais exclusivos e em passeios de pônei para as crianças. O feirão da marca Fiat, que tem carros zero e usados, oferece desde ontem test drive numa grande pista "adventure". Quem assina a campanha publicitária e divulga as atrações é a Master Comunicação.

A Nissan também pegou gosto por feirões de fábrica, depois de ter baixado o estoque na promoção do fim de outubro. O estacionamento da montadora em São José dos Pinhais está aberto de novo neste fim de semana, com a promessa de primeiro pagamento só em abril do ano que vem.

Carrão no consórcio

A modalidade de compra por consórcio chegou aos carros caros por iniciativa da Servopa, que está lançando o Grupo Elite, para veículos que custam mais de R$ 66 mil e até R$ 134 mil. Em 20 dias a empresa fechou o primeiro grupo de 145 interessados. A administradora paranaense ocupa a décima posição no ranking brasileiro.

Ganhando mais

Os salários médios de admissão dos trabalhadores brasileiros apresentaram aumento real de 29,51% nos últimos sete anos. Os ganhos reais foram obtidos por homens e mulheres, embora com vantagem para o sexo masculino, que garantiu aumento real de 31,79%. As mulheres ficaram abaixo da média, mas avançaram: 25,84%. Os dados são da RAIS e do Caged.

Lojas novas

Mais seis lojas abrem neste fim de ano no shopping Jardim das Américas. Já foram inauguradas uma filial da Paradiso Ambientes Planejados, a multimarcas Varal, de moda jovem unissex, a True Skateboard, de skates e acessórios, e o quiosque McCafé – da famosa rede de fast food McDonalds. As franquias Au-Au e Yugoland devem operar até o fim do mês.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]