Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Para combater o coronavírus, empresas estão fazendo uma corrente do bem: a L'Oréal está produzindo 170 toneladas de álcool gel para doação
Para combater o coronavírus, empresas estão fazendo uma corrente do bem: a L’Oréal está produzindo 170 toneladas de álcool gel para doação| Foto:

Escolas fechadas, trabalho em esquema home office, suspensão das atividades não essenciais do comércio e recomendação de isolamento social. O cenário em tempos de coronavírus ainda nos é estranho e há muitos sacrifícios que precisam ser feitos para conter a propagação da Covid-19. O período complexo exige de todos altas doses de resignação, mas também tem sido uma oportunidade para demonstrar solidariedade e preocupação com o próximo.

No Brasil, a exemplo de iniciativas que vêm ocorrendo em outros países, já há uma "corrente do bem" em andamento, em vários graus. Começam com ações individuais, como os vizinhos que se dispõem a fazer compras para que idosos não saiam de casa. Passam também pelas empresas, que ajudam como podem, mesmo em tempos economicamente imprevisíveis – seja com a doação de produtos, como álcool gel e alimentos, e serviços até mesmo a construção de hospitais de campanha.

E há também empresas doando dinheiro. A Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) montou um monitor de doações para o combate ao coronavírus. Até a sexta-feira (3), 45 empresas, institutos e famílias haviam destinado R$ 875 milhões em ações diversas.

Entre inúmeras iniciativas que estão em andamento, a Gazeta do Povo selecionou algumas que podem servir de inspiração àqueles que ainda podem ajudar de alguma forma.

Corrente do bem: como as empresas estão ajudando a enfrentar o coronavírus

Ambev, Gerdau e Albert Einstein: A Ambev, Gerdau e o Hospital Israelita Albert Einstein estão doando um Centro de Tratamento para a Covid-19, com 100 leitos, na cidade de São Paulo. O Einstein fará a gestão da nova unidade de saúde, que atenderá 100% pelo SUS e fica anexa ao Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. Moysés Deutsch. Os primeiros 40 leitos serão entregues em apenas 20 dias. O total de 100 leitos será finalizado até 30 de abril. A estrutura será doada à prefeitura de São Paulo.

Grupo Boticário: O grupo Boticário decidiu concentrar sua produção e envase de álcool (em gel e líquido) e sabonetes, para distribuir a pessoas em situação de vulnerabilidade social, redes públicas de saúde e colaboradores – ao todo, serão doadas 216 toneladas de itens de higiene. O grupo intensificou a fabricação desses produtos nas fábricas do Paraná e Bahia. Já foram doados itens ao governo do Paraná e Bahia e cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Camaçari, São Gonçalo dos Campos e Serra. Ainda haverá distribuição dos itens de higiene em comunidades carentes de São Paulo e Rio de Janeiro. O grupo ainda firmou um compromisso com a Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Paraná (Femipa) para doar R$ 500 mil para apoio à compra de equipamentos hospitalares.

WEG: A fábrica de tintas e vernizes da WEG, sediada em Guaramirim (SC), passou a produzir álcool gel 70% para abastecer hospitais públicos da cidade e de Jaraguá do Sul. O produto será distribuído em galões de um e cinco litros, com entregas gradativas às instituições Hospital São José e Hospital e Maternidade Jaraguá, de Jaraguá do Sul, e Hospital Santo Antônio, de Guaramirim.

BRF: A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, vai doar R$ 50 milhões em alimentos, insumos médicos e apoio a fundos de pesquisa e desenvolvimento social, como forma de colaborar com os esforços para conter a pandemia de coronavírus. A ação é voltada a hospitais, Santas Casas, organizações de assistência social e profissionais de saúde nos estados e municípios em que a empresa possui operação. De acordo com a empresa, no Brasil a iniciativa vai atingir 60 hospitais em 50 cidades, de nove estados.

Vale: A Vale comprou 5 milhões de kits de testes rápidos para a verificação de infecção por coronavírus. Os kits serão doados ao governo brasileiro. Os testes, cujos resultados saem em 15 minutos, foram comprados na China. As entregas serão feitas até meados de abril, à medida que as remessas cheguem ao país.

BTG Pactual: O BTG Pactual e seus sócios vão doar R$ 50 milhões para projetos de combate ao novo coronavírus. O montante será distribuído para ações de apoio a profissionais da saúde e compra de equipamentos e materiais para garantir atendimento à população, apoio a hospitais para aumento da capacidade de leitos, suporte à população mais vulnerável e fomento à testagem em grande escala.

Anjos Colchões & Sofás: A Anjos Colchões & Sofás doou para a rede municipal de saúde de Capitão Leônidas Marques, cidade do interior do Paraná, 500 kits preventivos, com máscara, avental e touca.

Yamá Cosméticos: A empresa Yamá Cosméticos vai doar cinco toneladas de álcool em gel para distribuição gratuita em hospitais e instituições de Cotia, em São Paulo. Para a produção, a Yamá contou a colaboração das empresas parceiras Chemyunion, AQIA Química Industrial, Givaudan e BIM, que ajudaram com matéria prima e distribuição para a entrega dos frascos.

Leroy Merlin: A Leroy Merlin firmou parceria com o Movimento Brasil Contra o Vírus para confecção de máscaras de proteção hospitalares produzidas a partir de suas impressoras 3D. A estimativa é de produzir e doar 12 mil máscaras ao longo de três meses.

Pormade: A empresa paranaense Pormade cedeu uma máquina de impressão 3D para confeccionar suportes das máscaras que fazem parte dos equipamentos de proteção individual (EPIs) usados por profissionais da saúde, a serem distribuídos em hospitais da região. A ação é uma parceria com alunos dos cursos de engenharias – elétrica, mecânica e de produção – do Centro Universitário Vale do Iguaçu. Além da impressora, a Pormade também doou parte da matéria-prima usada na produção.

McDonald's: A Arcos Dourados, dona da franquia do McDonald’s no Brasil, vai doar refeições aos profissionais de saúdes de 29 instituições em 22 cidades do país. As doações tiveram início na última semana, com a entrega de produtos em São Paulo, e estão sendo expandidas para outras praças brasileiras por meio do programa Bom Vizinho. Em Curitiba, o Hospital de Clínicas, por meio da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas, e o Hospital Santa Cruz receberam, ao todo, 842 refeições que foram distribuídas aos seus profissionais de saúde.

L’Oréal Brasil: A L’Oréal Brasil vai produzir 170 toneladas de álcool gel em sua fábrica de São Paulo para doar a hospitais públicos e comunidades. Além disso, também vai doar outros produtos de higiene e cuidado pessoal, somando mais de 750 mil unidades.

Cacau Show: A Cacau Show, junto dos franqueados, doou R$ 1,4 milhão em chocolates para hospitais, postos de saúde e hemocentros. Também vai entregar 300 mil ovos de páscoa para instituições de caridade, escolas e empresas de serviços essenciais – como limpeza, manutenção e segurança.

Honda: A Honda assinou um termo de cooperação técnica com o governo do Amazonas e a Universidade do Estado do Amazonas para o desenvolvimento de protótipo de respiradores artificiais.

18 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]