i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pesquisa CNI

Crise deve levar indústria a contratar menos

  • PorAgência Estado
  • 23/10/2008 09:04

O agravamento da crise financeira internacional aumentou a incerteza dos empresários em relação ao cenário externo e ao doméstico. É o que mostra a Sondagem Industrial do terceiro trimestre de 2008 divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os empresários da indústria estão menos otimistas em relação à demanda e à compra de matérias-primas para os próximos seis meses e pretendem interromper o processo de aumento do número de empregos no setor.

Segundo a pesquisa, embora o indicador de demanda tenha se mantido positivo, com 53,5 pontos, ele recuou 7,7 pontos na comparação com o segundo trimestre. A queda, na avaliação da CNI representa uma redução significativa no porcentual de empresas que prevêem aumento da demanda.

Em relação ao nível de emprego, o indicador recuou de 54 pontos no segundo trimestre, para 49,8 pontos no terceiro trimestre, o que sugere a interrupção nos próximos meses da expansão do emprego industrial, que vem ocorrendo há sete trimestres consecutivos. O índice de expectativa de compras de matérias-primas para os próximos seis meses recuou de 59,4 pontos para 51,1 pontos, refletindo, segundo a CNI, a incerteza quanto a evolução da demanda.

Os empresários mantiveram-se pessimistas quanto à evolução das exportações. Pelo sétimo trimestre consecutivo, o indicador ficou abaixo dos 50 pontos, o que denota expectativa de queda nas vendas externas. O indicador ficou em 48,4 pontos. A pesquisa foi realizada no período de 30 de setembro a 20 de outubro com 1.443 empresas. O indicador varia de zero 100 pontos sendo que abaixo de 50 pontos indica expectativa pessimista e acima de 50 pontos expectativas positivas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.