Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Leve seu pet para as compras: startup cria casinha inteligente
| Foto: Divulgação/PetParker

“Atenção! Dois cachorros pretos estão perdidos dentro do supermercado!”, ouviu Georges Ebel, nos alto-falantes de um supermercado há cerca de três anos. Ao perceber que os labradores tinham se soltado da corrente em frente ao estabelecimento para procurá-lo, o engenheiro de produção teve um susto, mas também um grande ideia de negócio: criar casinhas inteligentes para proteger os pets enquanto os clientes fazem compras.

Chamada PetParker, a startup tem como objetivo oferecer um tempo maior de interação e convívio entre o dono e seu animal de estimação, seja ele cão ou gato (ainda que os felinos geralmente não gostem de passear). “Se existe um supermercado ou uma farmácia no caminho do passeio do cachorro, por exemplo, as saídas podem aumentar em duas ou três vezes a mais por dia”, afirma o empreendedor.

E para oferecer mais segurança aos clientes, as casinhas possuem ventilador  interno, são monitoradas para que os clientes acompanhem a temperatura e o tempo em que os pets estão sozinhos. Em breve, Ebel adianta que também será possível ver os animais dentro do próprio estabelecimento por meio de câmeras conectadas à internet.

“Nunca quis que meu negócio fosse um estacionamento para cachorro. O conceito da startup é que o pet esteja conosco a maior parte do tempo e, quando não puder nos acompanhar em algum espaço, esteja em segurança”, explica o engenheiro.

De acordo com Ebel, a PetParker está presente em 40 lojas e em 10 redes varejistas das capitais de São Paulo e do Rio de Janeiro, entre elas o GPA (Grupo Pão de Açúcar). A expectativa é que a empresa chegue a 2 mil lojas em cinco cidades do país nos próximos dois anos — a primeira é Belo Horizonte. “Há demanda de clientes pelas casinhas em praças de alimentação de shoppings, restaurantes, padarias, academias e até laboratórios”, elenca ele.

Para sustentar um crescimento tão ambicioso, a PetParker está sediada no Cubo Itaú, maior hub de inovação da América Latina. No local, a startup recebe orientação de negócios e tem contato com potenciais parceiros, como o próprio GPA  — varejista que possui um espaço exclusivo de 40 m², chamado GPA Lab Foodtech.

“O GPA é um parceiro estratégico pela solidez da marca e alinhamento de valores. Eles querem pessoas felizes, e nós queremos deixar o dia das pessoas mais felizes com os cachorros”, conclui.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]