Embraer demite 900 funcionários, sob impacto da pandemia e união frustrada com Boeing
| Foto: Agência Brasil

A Embraer anunciou nesta quinta-feira (3) a demissão de 900 trabalhadores no Brasil, o equivalente a 4,5% do quadro de funcionários. Segundo a empresa, "a medida decorre dos impactos causados pela Covid-19 na economia global e pelo cancelamento da parceria com a Boeing". No comunicado, a companhia diz que a pandemia afetou principalmente a divisão de aviação comercial, que no primeiro semestre reduziu em 75% a entrega de aviões. E afirma que a situação se agravou com a duplicação de estruturas, em preparação para a parceria não concretizada com a Boeing, e a falta de expectativa de recuperação do setor aéreo no curto e médio prazo.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]