| Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

“Quanto mais caótico o trânsito, melhor para nós.” A frase de Cristian Trentin resume a ideia do negócio idealizado por ele há quatro anos em Curitiba. A EcoBike Courier é uma marca de entregas através de bicicletas que promete um serviço de 20% a 30% mais ágil do que os concorrentes e com um diferencial: a utilização de um meio sustentável de locomoção.

Com seis unidades em funcionamento, a empresa curitibana planeja ter 85 franquias no país até 2019 e atingir um faturamento de R$ 16 milhões no mesmo ano. Para isso, vai investir R$ 500 mil em uma central única de atendimento e no aplicativo da marca. Ambos serão lançados no 1.º trimestre de 2016.

O objetivo do investimento é garantir a qualidade do modelo quando ele for replicado pelos franqueados em outros estados. A central ficará em Curitiba e será responsável pelo atendimento aos clientes de todas as unidades.

Pelo aplicativo, operadores, clientes e bikers poderão atualizar informações em tempo real. Para evitar o extravio de correspondências, por exemplo, os ciclistas deverão fotografar a entrega do produto e enviar a imagem para o cliente.

Os ciclistas que atuam para a EcoBike são todos registrados e possuem seguro de vida. Eles são treinados para prestar o serviço com rapidez e profissionalismo – atrasos não são admitidos. Andam nas ruas juntos aos carros e rodam de 70 a 100 km por dia. “Uma ciclovia de fato iria ajudar. Nas calçadas têm muitos troncos, postes e buracos”, diz Trentin.

Os principais clientes da marca são empresas. Entre elas, estão grandes corporações como Natura, Boticário, Unimed, BRMalls e as livrarias Cultura e Saraiva. Durante o dia, a maioria das encomendas são documentos para bancos e cartórios. À noite, o movimento é de delivery.

Na unidade de Curitiba, adquirida pelo franqueado Victor Ferraz em 2015, são feitas cerca de oito mil entregas por mês. A atuação da empresa é em toda a cidade, mas o serviço está concentrado em um raio de até 5 km da sede, na região central.

Além da capital paranaense, há escritórios da marca em Campinas, Cascavel, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Nos próximos dias deve ser inaugurada a unidade do Recife.

R$ 60 mil

Para abrir um escritório da EcoBiker, o investimento inicial é a partir de R$ 60 mil. O tempo de retorno varia entre 18 e 24 meses e são cobrados royalties de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil por mês. A marca busca por franqueados em todo o país e tem interesse em abrir unidades no exterior. Para ser um licenciado, é necessário que o empreendedor tenha aderência à cultura da empresa e capital para investimento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]